Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento da cisticercose

A maior parte dos casos de cisticercose afeta os músculos ou a pele e, nesses casos, é comum que não surjam qualquer tipo de sintomas. Dessa forma, o tratamento geralmente não é necessário porque o organismo é capaz de eliminar as larvas.

No entanto, quando as larvas afetam os olhos é muito frequente que apareçam sintomas como visão dupla ou embaçada, sendo necessário fazer o tratamento para evitar complicações como cegueira. Assim, o médico pode receitar remédios vermífugos, como:

  • Albendazol;
  • Praziquantel.

Além disso, pode ainda ser necessário o uso de corticoides, como Betametasona ou Prednisolona, assim como anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou Naproxeno, de acordo com os sintomas apresentados por cada pessoa para aliviar o desconforto.

Como é feito o tratamento da cisticercose

Já nos casos de cisticercose no coração ou de casos mais graves, em que os sintomas não melhoram com o tratamento, pode ser necessário fazer uma cirurgia no hospital, com anestesia geral, para remover as larvas dos tecidos do corpo.

Como tratar a cisticercose cerebral

A cisticercose cerebral é uma das formas mais graves da doença, pois a larva pode provocar lesões no cérebro, gerando sintomas intensos ou complicações. Por isso, o tratamento normalmente é feito no hospital com remédios diretamente na veia.

Embora os remédios vermífugos usados nestes casos sejam os mesmos, antes de iniciar a sua administração, geralmente, o médico tenta controlar os sintomas provocados pelas larvas no cérebro, como convulsões, através do uso de anticonvulsivantes, como Fenitoína ou Carbamazepina, e corticoides, para diminuir o inchaço cerebral.

Prevenção da cisticercose

Para prevenir a cisticercose, recomenda-se:

  • Beber água potável, mineral ou filtrada;
  • Lavar sempre as mãos, principalmente antes das refeições e após se usar o banheiro;
  • Preparar bem os alimentos, lavando-as com água limpa ou filtrada;
  • Não adubar a terra com fezes humanas ou água de esgoto;
  • Não consumir alimentos que se desconfia que foram preparados em más condições de higiene.

Além destes cuidados, é importante não irrigar a horta com água de rio e dar água limpa aos animais.

Na maioria dos casos a cisticercose surge como complicação de um tipo específico de tênia, a Taenia solium, dessa forma o tratamento da teníase deve ser feito o mais cedo possível. Veja como identificar e tratar a teníase.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...