Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o Transtorno de Personalidade Esquiva

O Transtorno de personalidade esquiva caracteriza-se por um comportamento de inibição social e de sentimentos de inadequação e sensibilidade extrema à avaliação negativa por parte de outras pessoas.

Geralmente, este transtorno surge no início da idade adulta, mas ainda na infância podem começar a ver-se alguns sinais, em que a crianças sente vergonha excessiva, se isola mais do que é considerado normal ou evita pessoas estranhas ou lugares novos. 

O tratamento é realizado com sessões de psicoterapia com um psicólogo ou psiquiatra e, em alguns casos, pode ser necessário recorrer a tratamento farmacológico.

O que é o Transtorno de Personalidade Esquiva

Quais o sintomas

De acordo com o DSM, Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, os sintomas característicos de uma pessoa com Transtorno de Personalidade Esquiva são:

  • Evita atividades que envolvam contacto com outras pessoas, por ter medo de ser criticado, desaprovado ou rejeitado;
  • Evita envolver-se com outras pessoas, a não ser que tenha certeza da estima da pessoa;
  • Mostra-se reservado em relacionamentos íntimos, por ter medo de passar vergonha ou de ser ridicularizado;
  • Preocupa-se excessivamente com críticas ou rejeição em situações sociais;
  • Sente-se inibido em novas situações interpessoais, devido a sentimentos de inadequação;
  • Vê-se como inferior e não se sente aceite pelas outras pessoas;
  • Tem medo de assumir riscos pessoais ou envolver-se em novas atividades, por medo de sentir vergonha.

Conheça outros transtornos de personalidade.

Possíveis causas

Não se sabe ao certo quais as causas que estão na origem do transtorno de personalidade esquiva, mas pensa-se que pode estar relacionado com fatores hereditários e vivências da infância, como rejeição por parte dos pais ou outros familiares, por exemplo. 

Como é feito o tratamento

Geralmente, o tratamento é realizado com sessões de psicoterapia que pode ser realizado por um psicólogo ou psiquiatra, recorrendo, na maior parte dos casos, ao método cognitivo-comportamental. 

Em alguns casos, o psiquiatra pode recomendar a utilização de antidepressivos, que podem ser complementados com sessões de psicoterapia.

Bibliografia >

  • MAZER, Angela K.; MACEDO, Brisa Burgos D. et. al.. Transtornos de personalidade. Medicina (Ribeirão Preto, Online). 85-97, 2017
  • CLEVELAND CLINIC. Avoidant Personality Disorder. Disponível em: <https://my.clevelandclinic.org/health/diseases/9761-avoidant-personality-disorder>. Acesso em 07 Mar 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem