Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é a transmissão do sarampo

A transmissão do sarampo acontece muito facilmente através da tosse ou dos espirros de uma pessoa infectada, pois o vírus da doença se desenvolve rapidamente no nariz e na garganta, sendo liberado na saliva. 

No entanto, o vírus também pode sobreviver até 2 horas no ar ou em superfícies dentro do cômodo onde a pessoa infectada espirrou ou tossiu. Nesses casos, caso o vírus consiga entrar em contato com os olhos, nariz ou boca de um pessoa saudável, após mexer com as mãos nessas superfícies e depois tocar no rosto, por exemplo, a doença pode ser transmitida.

Como é a transmissão do sarampo
Como é a transmissão do sarampo

Até quando é possível transmitir o vírus

A pessoa com sarampo pode transmitir a doença desde 4 dias antes do aparecimento dos primeiros sintomas até 4 dias após o surgimento das primeiras manchas na pele.

Por isso, é sempre recomendado que a pessoa infectada, ou que ache que possa estar infectada, fique isolada em um cômodo da casa ou utilize uma máscara por, pelo menos, 1 semana, para evitar que o vírus consiga escapar para o ar quando tossir ou espirrar, por exemplo.

Quantas vezes se pode pegar sarampo

A maior parte das pessoas só pega sarampo uma vez na vida, porque após a infecção o sistema imune cria anticorpos que são capazes de eliminar o vírus da próxima vez que entrar em contato com o corpo, sem que exista tempo de surgirem sintomas.

Dessa forma, a vacinação é muito importante pois fornece ao corpo o vírus inativo, para que o sistema imune crie os anticorpos sem que seja necessário o vírus se desenvolver e produzir sintomas.

Como se proteger do sarampo

A melhor forma de prevenção do sarampo é a vacinação, que deve ser feita em duas fases na infância, a primeira, entre os 12 e os 15 meses, e a segunda, entre os 4 e os 6 anos de idade. Após tomar a vacina, fica-se protegido por toda a vida. Adultos que não foram vacinados enquanto crianças podem tomar a vacina em dose única.

Porém, no caso de não se ter tomado a vacina, existem alguns cuidados que ajudam a proteger no caso de uma epidemia de sarampo, como:

  • Evitar locais com muita gente, como shoppings, mercados, ônibus ou parques, por exemplo;
  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão;
  • Evitar colocar as mãos no rosto, especialmente antes de as lavar;
  • Evitar o contato próximo, como abraços ou beijos, com pessoas que possam estar contaminadas.

Caso exista suspeita de que alguém pode estar contaminado com sarampo é recomendado levar essa pessoa ao hospital, utilizando uma máscara ou um tecido para cobrir o nariz e a boca, especialmente se for necessário tossir ou espirrar.

Entenda como é feito o tratamento do sarampo.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...