Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve e como usar o Soliqua

O Soliqua é um remédio para diabetes que contém uma mistura de insulina glargina e lixisenatida, sendo indicado para tratar a diabetes mellitus tipo 2 em adultos, desde que associado a uma dieta equilibrada e prática regular de exercício físico.

Este medicamento normalmente é indicado quando não está sendo possível controlar os níveis de açúcar com o uso de insulina basal ou outros remédios. O Soliqua é vendido na forma de uma seringa pré-cheia que pode ser utilizada em casa e que permite regular a dose administrada, de acordo com os valores de glicose no sangue.

Para que serve e como usar o Soliqua

Preço e onde comprar

O Soliqua foi aprovado pela Anvisa mas ainda não está sendo vendido, no entanto, poderá ser encontrado nas farmácias convencionais, após apresentação de receita médica, sob a forma de caixas com 5 canetas de 3 mL.

Como usar

A dose inicial de Soliqua deve ser indicada pelo endocrinologista, uma vez que depende da quantidade de insulina basal utilizada anteriormente. No entanto, as orientações gerais recomendam:

  • Dose inicial de 15 unidades, 1 hora antes da primeira refeição do dia, podendo ser aumentada até um total de 60 unidades;

Cada caneta pré-cheia de Soliqua contém 300 unidades e, por isso, podem ser reutilizadas até ao final do medicamento, sendo apenas recomendado trocar a agulha a cada utilização.

Veja o passo-a-passo para aplicar corretamente a caneta de insulina em casa.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos secundários mais frequentes do uso de Soliqua incluem diminuição acentuada dos níveis de açúcar no sangue, náuseas, vômitos, diarreia, desidratação e palpitações.

Além disso, também foram relatados casos de alergia severa com vermelhidão e inchaço da pele, assim como coceira intensa e dificuldade para respirar. Nestes casos, deve interromper-se o tratamento imediatamente.

Quem não deve usar

O Soliqua está contraindicado para pessoas com diabetes mellitus tipo 1, cetoacidose diabética, gastroparesia, ou com histórico de pancreatite. Além disso, também não deve ser usada em combinação com outros medicamentos com lixisenatida ou outro agonista dos recetores GLP-1.

No caso de crises de hipoglicemia ou sensibilidade aos componentes da fórmula, o Soliqua também não deve ser usado.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...