Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de Síndrome Metabólica

A síndrome metabólica praticamente não gera sintomas, mas ela gera indicativos do risco de doença cardiovascular. Configura-se síndrome metabólica quando o paciente apresenta:

  • Circunferência abdominal: maior que 102 cm em homens e maior que 88 cm em mulheres;
  • Triglicerídeos: maior que 150 mg/dL;
  • Colesterol HDL (bom): menor que 40 mg/dL em homens e menor que 50 mg/dL em mulheres;
  • ​Glicemia em jejum: Maior que 100 mg/dL
  • Hipertensão arterial: Maior que 130 x 85 mmHg

Estes sinais podem ser observados numa consulta clínica e confirmados através do exame de sangue que avalia estes parâmetros e ainda a proteína C-reativa de alta sensibilidade (PCR), que está intimamente relacionada ao maior risco de doença coronariana, como infarto.

Basta o indivíduo apresentar 3 destes parâmetros para que a síndrome metabólica seja diagnosticada.

Tratamento para síndrome metabólica

O tratamento da síndrome metabólica consiste em retirar todos estes fatores de risco e, portanto, recomenda-se:

  • Emagrecimento;
  • Controle da diabetes ou pré-diabetes;
  • Diminuição da hipertensão arterial;
  • Aumentar o colesterol bom e diminui o colesterol mal;
  • Diminuir a concentração de triglicerídeos no sangue.

Para atingir estes objetivos o médico poderá indicar a prática regular de exercícios físicos, uma dieta para emagrecer e, em alguns casos, o médico poderá receitar o consumo de medicamentos hipoglicemiantes para controlar a diabetes. Saiba quais os remédios para a síndrome metabólica.

Veja algumas dicas de dieta para síndrome metabólica:

Leia mais detalhes em: Dieta para síndrome metabólica.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...