Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas da vaginose bacteriana

A vaginose bacteriana é uma infecção vaginal causada em maior parte pela bactéria Gardnerella vaginalis, devido a uma alteração na flora vaginal normal da mulher ou durante o contato íntimo, embora não seja considerada uma doença sexualmente transmissível. Saiba como não pegar vaginose bacteriana.

Apesar de causar muito desconforto, a vaginose pode ser facilmente tratada com o uso de antibióticos e, por isso, é muito importante identificar os sintomas e ir ao ginecologista para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado. Os sintomas mais comuns são:

  • Corrimento acinzentado, esverdeado ou amarelado;
  • Odor vaginal semelhante a peixe podre;
  • Coceira na vulva e na vagina;
  • Sensação de queimação ao urinar.

Os sintomas são mais evidentes após o contato íntimo e antes e no fim da menstruação, no entanto, algumas mulheres com vaginose bacteriana podem não apresentar quaisquer sinais e sintomas.

Sintomas da vaginose bacteriana

Quem tem maior risco de ter vaginose bacteriana

A vaginose bacteriana pode acontecer em qualquer pessoa, no entanto, mulheres com muitos parceiros sexuais, que fazem duchas vaginais frequentes ou que têm uma flora vaginal pobre em lactobacillus têm maior risco de ter vaginose bacteriana.

Diferenças entre vaginose bacteriana e candidíase

Alguns dos sintomas de vaginose bacteriana podem ser confundidos com sintomas de candidíase, no entanto, são infecções causadas por micro-organismos diferentes, exigindo diferentes tipos de tratamento, por isso é muito importante fazer a distinção:

Vaginose bacterianaCandidíase vaginal
Coceira moderada ou ausenteCoceira intensa
Odor semelhante a peixe Sem odor
Corrimento líquido acinzentado, amarelado ou esverdeadoCorrimento espesso, idêntico a requeijão, de cor branca
Sem dorCom dor
Causada por bactériasCausada por fungos

As diferenças entre candidíase e vaginose bacteriana podem não ser fáceis de identificar, podendo ser confundidas com outros problemas, por isso é muito importante ir ao médico quando surgem os primeiros sintomas.

Exame para vaginose bacteriana

O melhor exame para confirmar a vaginose bacteriana é a análise do corrimento vaginal, após coleta pelo ginecologista com um cotonete. O médico irá verificar a presença de pelo menos 3 dos 4 sinais:

  • Observação do corrimento característico;
  • Identificação da presença da bactéria, visualizando as chamadas Clue cells;
  • Verificação de uma alteração do pH vaginal, que se torna > 4 durante a infecção;
  • Identificação do odor de peixe podre.

Este exame é feito no consultório do ginecologista, que precisará fazer o exame especular para observar a região vaginal e colo do útero.

Quando ir ao médico

Embora a vaginose bacteriana provoque sintomas muito característicos, esta pode ser confundida com outras infecções, por isso deve-se ir ao médico mal apareçam os primeiros sintomas para que haja um diagnóstico correto, e para que seja prescrito um antibiôtico. 

O médico pode fazer algumas perguntas sobre infecções anteriores, fazer um exame pélvico, examinar as secreções vaginais ou testar o pH vaginal para fazer o diagnóstico.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...