Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas e Diagnóstico da Meningite Viral

A meningite viral é uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula devido a entrada de um vírus nesta região. Os sintomas da meningite manifestam-se inicialmente com febre alta e intensa dor de cabeça.

Após algumas horas nota-se a irritação das meninges ao relato de dor quando a pessoa tenta encostar o queixo no peito. Enjoo e recusa alimentar ocorrem logo a seguir. O aumento da pressão dentro do crânio causa sintomas como alteração na consciência , intensa dor de cabeça, vômito e dificuldade com a claridade. 

Assim, os sintomas da meningite viral geralmente são:

Sintomas e Diagnóstico da Meningite Viral
  • Febre alta;
  • Dor de cabeça intensa;
  • Rigidez nucal que manifesta-se através da dificuldade em movimentar o pescoço e de encostar o queixo no peito;
  • Dificuldade em levantar a perna estando deitado de barriga para cima;
  • Enjoo e vômito;
  • Intolerância à luz e aos ruídos;
  • Tremores;
  • Alucinações;
  • Sonolência;
  • Convulsões.

Em crianças com menos de 2 anos de idade podem surgir ainda sonolência, irritabilidade e choro fácil.

Além disso, em algumas pessoas pode se desenvolver a síndrome Waterhouse-Friederischsen que é uma versão da meningite viral extremamente grave, causada pela Neisseria meningitis. Neste caso há sintomas como diarreia muito forte, vômito, convulsões, hemorragia interna, pressão muito baixa e a pessoa pode entrar em estado de choque, havendo risco de morte.

Como confirmar a Meningite Viral

A pessoa que apresentar 3 sintomas como estes devem ser consideradas com suspeita de meningite e deve-se iniciar o uso de antibióticos. Todavia, se ficar comprado através de exames que não se trata de uma meningite bacteriana, estes medicamentos não são necessários. 

O diagnóstico da meningite viral é feito através do exame de sangue, urina, fezes e também da punção lombar, que retira uma amostra do líquido cefalorraquidiano que reveste todo o sistema nervoso. Este exame consegue identificar a doença e o seu agente causador. Após identificar a doença também é importante saber em que fase de gravidade a pessoa se encontra. Existem 3 fases de gravidade:

  • Estágio 1: Quando a pessoa apresenta sintomas leves e não tem alterações da consciência;
  • Estágio 2: Quando a pessoa apresenta sonolência, irritabilidade, delírio, alucinações, confusão mental, alteração da personalidade;
  • Estágio 3: Quando a pessoa apresenta apatia ou entra em coma. 

As pessoas diagnosticadas com meningite viral nos estágios 1 e 2 tem melhores chances de recuperação do que as que se encontram no estágio 3.

Tratamento para Meningite Viral

Após o diagnóstico da doença deve-se iniciar o tratamento que é feito com a toma de medicamentos para baixar a febre e aliviar outros desconfortos. A toma de antibióticos só é eficaz em casos de meningite causada por bactérias, e por isso, na maior parte das vezes não têm indicação nesta situação.

Na maior parte das vezes o tratamento é feito no hospital, mas em alguns casos o médico pode deixar que a pessoa realize o tratamento em casa. Como a meningite viral tem uma melhor recuperação do que em caso de meningite bacteriana, a internação hospitalar é aconselhada apenas para que a pessoa se mantenha bem hidratada, mesmo após o vômito e a diarreia.

A recuperação normalmente ocorre dentro de 1 ou 2 semanas mas a pessoa pode ficar fraca e se sentir tonta por semanas ou até mesmo, meses após o fim do tratamento. Por vezes, a pessoa pode ter algumas sequelas como perda da memória, do olfato, dificuldade para engolir, mudança de personalidade, desequilíbrio, crises convulsivas e psicose.

Conheça 5 passos práticos para se proteger da meningite viral no seu dia-a-dia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...