O que você precisa saber?

Sintomas da doença renal crônica

Na maior parte dos casos a doença renal crônica evolui sem apresentar sintomas até chegar à sua fase mais avançada. No entanto, podem surgir alguns sinais como:

  • Náuseas e vômitos;
  • Perda de apetite sem causa aparente;
  • Cansaço excessivo durante o dia;
  • Dificuldade para pegar no sono;
  • Alterações na quantidade de urina durante o dia;
  • Dificuldade para concentrar ou pensar;
  • Cãibras musculares ou tremores;
  • Coceira constante em todo o corpo;
  • Inchaço dos pés e mãos;
  • Sensação de falta de ar constante.

Geralmente a doença renal crônica é mais comum em pessoas que sofrem de pressão alta ou diabetes, mas que não fazem o tratamento adequado. Isto acontece porque o excesso de pressão nos vasos e os níveis elevados de açúcar no sangue causam lesões nos pequenos vasos sanguíneos dos rins que, ao longo do tempo, vão perdendo a sua capacidade para filtrar corretamente os sangue e eliminar toxinas.

Sintomas da doença renal crônica

Assim, como esta é uma doença silenciosa, é aconselhado que pessoas com maior risco, como idosos ou pacientes com pressão alta ou diabetes descontrolados, façam 1 vez por ano um exame de urina e de sangue, para avaliar a a qualidade da filtração dos rins.

O que pode causar a doença renal

As alterações nos rins normalmente são causadas por outros problemas de saúde como:

  • Diabetes descontrolado;
  • Pressão alta;
  • Inflamação dos rins;
  • Hipertrofia benigna da próstata;
  • Infecções renais recurrentes.

Após identificar a doença renal crônica é importante saber qual a causa específica que está provocando danos nos rins, de forma a iniciar o tratamento adequado e evitar o agravamento da situação.

Como é feito o tratamento

O passo mais importante no tratamento da doença renal crônica consiste em identificar o que está causando lesão nos rins e iniciar o tratamento para esse problema. Dessa forma, se for possível eliminar a causa é possível curar a doença renal, caso esteja numa fase pouco avançada.

Além disso, é recomendado fazer uma dieta com maior quantidade de carboidratos e menor quantidade de proteínas, sódio e potássio para facilitar o funcionamento dos rins. Saiba mais sobre como deve ser o tratamento deste problema.

Nos casos mais graves, em que a doença está muito avançada ou não é possível identificar a causa, as lesões nos rins podem provocar uma insuficiência renal, que precisa ser tratada com diálises frequentes ou transplante de rins, por exemplo.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...