Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Síndrome de Wiskott-Aldrich

A síndrome de Wiskott-Aldrich é uma doença genética, que compromete o sistema imunológico envolvendo os linfócitos T e B, e as células sanguíneas que ajudam a controlar as hemorragias, as plaquetas.

Sintomas da Síndrome de Wiskott-Aldrich

​Os sintomas da síndrome de Wiskott-Aldrich incluem:

  • Diminuição do número das plaquetas, causando hemorragias frequentes;
  • Diarreia com sangue;
  • Sangramentos nasais e gengivais;
  • Infecções sucessivas, como otite, pneumonia e
  • Manchas escuras na pele, conhecidas como eczemas.

Diagnóstico da Síndrome de Wiskott-Aldrich

O diagnóstico da síndrome de Wiskott-Aldrich é feito através de um exame de DNA que indica a presença da alteração genética ligada ao cromossomo X.

Tratamento para Síndrome de Wiskott-Aldrich

O tratamento mais indicado para a Síndrome de Wiskott-Aldrich é o transplante de medula óssea. Outras formas de tratamento são a retirada do baço, já que este órgão destrói a pequena quantidade de plaquetas que os portadores desta síndrome possuem, a aplicação de hemoglobina e o uso de antibióticos.

A expectativa de vida para os portadores desta síndrome é baixa, os que sobrevivem após os dez anos costumam desenvolver tumores como o linfoma e leucemia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...