Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Reação alérgica ao sol

A reação alérgica ao sol, chamada cientificamente "lucite estival", é um tipo de alergia causada pelos raios UVA. Afeta, geralmente, mulheres entre os 15 e 35 anos de idade, que possuem a pele clara, sejam idosas ou que usam medicamentos com substâncias fotossensíveis, para o tratamento de acne ou manchas na pele, por exemplo.

Pessoas predispostos a ter outros tipos de alergia apresentam também uma probabilidade maior de apresentar reações ao sol.

Reação alérgica ao sol

O que fazer em caso de reação alérgica ao sol

Em caso de reação alérgica ao sol, o mais recomendado é passar água fria na região e mantê-la protegida do sol. Em casos mais graves, quando ocorre intensa coceira e aparecimento de lacas vermelhas por todo o corpo, o médico pode indicar o uso de medicamentos anti-histamínicos ou corticoides para aliviar os sintomas.

No entanto, é importante adotar medidas para evitar que os sintomas de alergia ao sol apareçam. Assim, é importante usar roupas apropriadas, chapéu, óculos de sol e protetor solar adequado para o tipo de pele. Veja qual o melhor protetor para cada pele.

Além disso, é aconselhado que as pessoas que possuem alergia ao sol evitem a exposição nas horas de mais calor e que os raios solares são mais intensos, entre as 10 e as 16 horas, por exemplo, no entanto, caso haja exposição, é importante que esteja devidamente protegido.

Como identificar a alergia ao sol

O aparecimento de pequenas bolinhas vermelhas na pele exposta ao sol ou intensa coceira no local dessas bolinhas podem ser sinal de alergia. Os locais mais afetados são o peito, os braços e as pernas e estes sintomas podem surgir até 12 horas após a exposição solar. Conheça todos os sintomas da alergia ao sol.

A alergia ao sol persiste, habitualmente, por vários anos, mas pode desaparecer de um momento para o outro, embora, quando instalada, a ação da água e da areia possa agravar seus sintomas. Assim, é importante consultar um dermatologista assim que surgem os primeiros sintomas para que possa ser iniciado o tratamento com o objetivo de evitar reações mais graves.

Causas da reação alérgica ao sol

A alergia ao sol pode ser devido à predisposição genética, existência de outras alergias e alergia aos raio UVA do sol, por exemplo. Além disso, o uso de medicamentos, como antibióticos, antifúngicos, anti-histamínicos, analgésicos, anestésicos e até conservantes de produtos cosméticos pode aumentar a sensibilidade ao raios do sol, favorecendo reações alérgicas também ao sol.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem