Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quimioterapia para câncer de pâncreas

A quimioterapia é uma das opções de tratamento para o câncer de pâncreas, a doença que matou em outubro de 2011 Steve Jobs fundador da Apple.

Como opções de medicamentos tem-se o Tarceva à base de Cloridrato de Erlotinibe, Gemcitabina e o Folfirinox, que consiste no uso de três medicamentos, a Fluoracila, Oxaliplatina e o Irinotecano. O Tarceva foi a útlima descoberta para este tipo de câncer e consegue aumentar a tempo de vida do paciente com câncer de pâncreas em até 23%, mesmo quando já existem metástases da doença.

Este medicamento deve ser utilizado juntamente com os outros para que se obtenha o resultado esperado, mas apesar de aumentar a taxa de sobrevida, o Tarceva ainda não consegue curar a doença.

A união entre o Tarceva, Gemcitabina e Folfirinox nem sempre é possível pois eles causam efeitos colaterais debilitantes como diarreia, vômito, perda do apetite e tonturas fazendo com que o oncologista decida pelo uso de um ou dois medicamentos.

Para potencializar este tratamento pode-se associar a radioterapia, que através de radiação consegue diminuir o tamanho do tumor, fato que pode proporcionar uma cirurgia para a remoção de parte do pâncreas e de tecidos próximos também afetados pela doença, em alguns casos.

Nos casos de câncer de pâncreas terminal a toma destes medicamentos não faz-se necessária, recomendando-se somente a toma de fortes analgésicos para diminuir a dor do paciente até que a doença avance e por fim este venha a falecer.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...