Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quando fazer uma lipoaspiração

A lipoaspiração é uma cirurgia estética que está recomendada nos casos em que não se consegue, através de uma alimentação equilibrada e exercício físico regular, eliminar gordura localizada em locais como quadril, coxas, bumbum, pescoço ou barriga.

Porém, a lipoaspiração não é só utilizada para melhorar a forma e a silhueta do corpo, podendo fazer parte do tratamento de alguns problemas de saúde como linfoedema, ginecomastia, lipodistrofia ou lipedema, por exemplo.

Saiba o preço e veja como é feita esta cirurgia em: Lipoaspiração.

Qual o tipo de lipoaspiração mais indicado para você

O tipo de lipoaspiração mais indicado varia de acordo com o local a tratar e quantidade de gordura a remover, no entanto, os tipos mais utilizados incluem:

  • Lipoaspiração tumescente: está indicada para retirar até 2 litros de gordura e, por isso, é muito usada em regiões mais pequenas como braços, coxas, flancos ou papada. Saiba mais em: Lipoaspiração tumescente.
  • Lipoaspiração com ultrassom: nesta técnica primeiro é utilizado um aparelho de ultrassom para derreter a gordura, tornando-a mais fácil de remover, sendo indicada para casos em que é necessário retirar mais gordura como na parte superior da barriga, laterais ou costas.
  • Lipoaspiração a laser: é um nova técnica que é feita aplicando-se um laser por baixo da pele para derreter a gordura e aspirar ao mesmo tempo. Esta técnica deve ser avaliada em cada caso. Veja como é feita em: Lipoaspiração a laser.

Assim, o tipo de cirurgia deve ser sempre discutido com o cirurgião plástico de forma a adaptar da melhor forma às necessidades, produzindo melhores efeitos.

Normalmente, todos os tipos de lipoaspiração são feitos com anestesia geral e, por isso, pode ser preciso ficar uma noite internado. Porém, em alguns casos de lipoaspiração tumescente pode ser utilizada anestesia local.

Algumas regiões comuns onde se faz lipoaspiraçãoAlgumas regiões comuns onde se faz lipoaspiração

Riscos da lipoaspiração

Como em qualquer cirurgia a lipoaspiração também possui riscos, porém as chances de acontecer são reduzidas. Algumas das possíveis complicações incluem:

  • Hematomas, que são manchas escuras na pele e causa alguma dor;
  • Flacidez da região lipoaspirada;
  • Perfuração de órgãos;
  • Seroma, que é o acúmulo de líquido.

O excesso de pele, que provoca flacidez na região aspirada é mais comum em pacientes com pele muito fina, com chance de desenvolver estrias ou em pessoas com mais de 50 anos. Veja mais sobre os riscos em: Riscos da lipoaspiração.

Este tipo de cirurgia retira instantaneamente o excesso de células de gordura e, por isso o resultado pode ser alterado caso se continue a comer gordura em excesso, pois a gordura pode voltar a acumular. Desta forma, a lipoaspiração só deve ser utilizada após a adoção de um estilo de vida saudável para garantir o melhor resultado, não devendo ser usada como tratamento para excesso de peso, somente para retirada de gordura localizada.

Veja como pode melhorar pode diminuir a gordura localizada sem utilizar lipoaspiração:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...