Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Protos - Remédio para osteoporose

O Protos é um medicamento que tem na sua composição ranelato de estrôncio hidratado, indicado para o tratamento da osteoporose, uma doença causada pela perda gradual da massa óssea com a idade, que afeta especialmente mulheres após a menopausa e idosos. Também pode ser usado em homens com elevado risco de sofrer uma fratura, caso outros medicamentos não possam ser usados.

Este remédio pode ser comprado em farmácias, com a apresentação de receita médica, por um preço de cerca de 140 a 250 reais, dependendo da dimensão da embalagem.

Protos - Remédio para osteoporose

Como tomar

A dose recomendada é de um sachê de 2g, dissolvidos em cerca de 30 mL de água, uma vez ao dia, por via oral, de preferência 2 horas após as refeições, já que a sua eficácia é reduzida na presença de alimentos, leite e derivados. A melhor hora para tomar é antes de deitar, devido à sua lenta absorção.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Protos são dores musculares, reações de hipersensibilidade cutânea, aumento dos níveis de colesterol no sangue, insônia, dor de cabeça, alterações na consciência, perda de memória, tonturas, parestesia, vertigens, infarto do miocárdio, tromboembolismo venoso e hiper-reatividade brônquica.

Além disso, também podem ocorrer má digestão, aumento dos gases intestinais, hepatite, náuseas, diarreia, vômitos, dores abdominais e gastrointestinais e refluxo gastroesofágico, eczema, inchaço nos membros e aumento da creatina-fosfoquinase no sangue.

Quem não deve usar

Este medicamento não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos componentes presentes na fórmula, pessoas com história de trombose venosa profunda ou embolismo pulmonar, que estejam imobilizadas de forma temporária ou permanente ou com história médica de doença isquêmica cardíaca, doença arterial periférica e/ou cerebrovascular.

Além disso, também não deve ser usado em pessoas com hipertensão não controlada, menores de 18 anos, grávidas ou mulheres que estejam a amamentar.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...