Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Próteses mamárias: o que são e principais tipos

Atualizado em Julho 2019

As próteses mamárias são estruturas de silicone ou gel que são utilizadas por mulheres que fizeram a cirurgia para retirada da mama, a mastectomia, mas não a reconstrução ou por mulheres que possuem seios muito diferentes em tamanho ou formato, sendo as próteses indicadas nesses casos para corrigir assimetrias.

Antes da realização da reconstrução mamária após cirurgia, pode ser indicado que a mulher use prótese mamária, caso seja esse o seu desejo, até que esteja apta para realizar a reconstrução do seio.

As próteses mamárias além de promoverem a melhora da auto-estima das mulheres, também evita problemas de coluna, por exemplo, principalmente se apenas uma das mamas foi retirada, pois ajuda a equilibrar o peso, corrigindo a postura da mulher após mastectomia.

Próteses mamárias: o que são e principais tipos

Tipos de Próteses Mamárias

As próteses mamárias normalmente são formadas por um gel de silicone revestido por uma fina película e têm como objetivo imitar uma parte ou toda a mama da mulher, devendo ser colocada no sutiã. Como o objetivo das próteses é deixar o resultado o mais natural possível, algumas próteses possuem mamilo.

Atualmente existem diversos tipos de prótese mamária, devendo ser escolhido pela mulher, com o auxílio do médico, de acordo com o objetivo, sendo os principais:

  • Prótese de silicone, que é indicada para uso diário e possui formato simétrico, podendo ser utilizada tanto do lado direito quanto do lado esquerdo. O peso varia de acordo com cada fabricante, sendo importante experimentar antes de comprar e escolher uma com as mesmas características da outra mama;
  • Próteses domésticas, que são leves e recomendadas logo após a mastectomia, para dormir ou no repouso, por exemplo;
  • Próteses de formato parcial, que são indicadas após cirurgia da mama ou quando a mama muda de formato após radioterapia. Essas próteses são fabricada em vários formatos e tamanhos, já que têm como objetivo repor o tecido mamário em falta e, assim, deixar as mamas mais simétricas;
  • Próteses de banho, que são indicadas para natação, devendo ser colocadas na roupa de banho. Esse tipo de prótese é bastante leve e seca rapidamente, no entanto deve-se lavar logo em seguida para evitar danos pelo cloro ou água do mar.

O uso das próteses mamárias também pode ser indicado para mulheres que estejam esperando a recuperação completa para que se possa fazer a reconstrução da mama. Entenda como é feita a reconstrução mamária.

Cuidados com a prótese

Na hora de escolher a prótese é importante ter atenção ao material que a compõe, além do formato e do peso, que deve ser adequado à estrutura física da pessoa. Caso a prótese seja mais pesada do que o ideal, pode haverá problemas de postura e dor nas costas, por exemplo. Além disso, é importante que a prótese seja ventilada, evitando que haja produção de suor excessivo na região, o que poderia favorecer a proliferação de fungos no local.

Assim, na hora de escolher a prótese é recomendado que seja experimentada em pé, para verificar o peso e se é confortável ou não, e deitada para ver como é que a prótese se comporta.


Bibliografia

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem