Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 problemas de visão que impedem de dirigir

Enxergar bem é uma capacidade essencial para quem quer dirigir, pois ajuda a manter a segurança do motorista e de todos os utilizadores da via pública. Por essa razão, o teste e visão é um dos fatores mais importantes na hora de avaliar se alguém está apto para tirar a carteira de motorista.

No entanto, existem muitas outras capacidades que também precisam ser testadas, como a audição, a velocidade de raciocínio e a liberdade de movimentos, com ou sem próteses, por exemplo.

Assim, como não existe uma idade fixa para deixar de conduzir, é muito importante fazer regularmente os exames de Aptidão Física e Mental e Avaliação Psicológica, que precisam ser feitos a cada 5 anos até aos 65 anos, e a cada 3 anos, depois dessa idade. Já o exame de vista deve ser feito todos os anos, para identificar se existem pequenos problemas de miopia ou hipermetropia que precisem ser corrigidos com o uso de óculos.

5 problemas de visão que impedem de dirigir

1. Catarata

A catarata é um problema de visão muito comum após os 65 anos que diminui bastante a capacidade de enxergar corretamente, aumentando o risco de acidentes de trânsito, mesmo que exista catarata em apenas um dos olhos.

Além disso, a opacidade do cristalino do olho torna a pessoa menos sensível ao contraste das cores e aumenta o tempo de recuperação após ofuscamento. Após a cirurgia de tratamento, a visão pode ser recuperada na maioria dos casos e, por isso, a pessoa pode voltar a fazer os exames e ser aprovado para renovar o CNH.

Entenda como é feita a cirurgia para catarata.

2. Glaucoma

O glaucoma provoca a perda de fibras retinianas periféricas, o que faz com que o campo visual fique bastante diminuído. Quando isso acontece, existe maior dificuldade de enxergar objetos que se encontram ao redor do carro, como ciclistas, pedestres ou outros carros, dificultando a direção de condução e aumentando o risco de acidentes.

Porém, se a doença for diagnosticada precocemente, o campo visual não é gravemente afetado e a pessoa pode continuar dirigindo enquanto faz o tratamento adequado.

Veja como é feito o tratamento do glaucoma.

5 problemas de visão que impedem de dirigir

3. Presbiopia

Dependendo do grau, a presbiopia, que também é conhecida como vista cansada, pode afetar a capacidade de enxergar o que está perto, dificultando a leitura de instruções no painel do carro ou até de alguns sinais de trânsito.

Uma vez que este é um problema que é mais frequente após os 40 anos e surge gradualmente, muitas pessoas não sabem que têm o problema e, por isso, também não fazem o tratamento adequado com óculos ou lentes de contato, aumentado o risco de acidentes. Assim, é aconselhado que após os 40 anos se faça exames de visão regulares.

4. Degeneração macular

A degeneração da retina é mais comum após os 50 anos e, quando acontece, provoca uma gradual perda de visão que pode se manifestar como o surgimento de uma mancha na região central do campo de visão e distorção da imagem observada.

Quando isso acontece, a pessoa deixa de conseguir enxergar corretamente o que a rodeia e, por isso, o risco de acidentes de trânsito é muito elevado., sendo importante deixar de dirigir para garantir a segurança.

5. Retinopatia diabética

A retinopatia é uma das principais complicações de pessoas com diabetes que não fazem o tratamento indicado pelo médico. Esta doença causa a perda rápida da visão e pode, até causar cegueira, se não for tratada. Dessa forma, dependendo do grau da retinopatia, a doença pode impedir definitivamente a pessoa de conduzir.

Saiba mais sobre esta doença e como evitar a retinopatia diabética.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...