Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Pilates

O Pilates é um programa de condicionamento físico criado por Joseph Pilates, que melhoram a resistência e flexibilidade muscular, e ao mesmo tempo desenvolve o equilíbrio do corpo.

Os objetivos do treino de Pilates são prevenir danos causados pela má postura, melhorando também a capacidade de resistência ao esforço. Os exercícios de Pilates estão indicados para pessoas que nunca praticaram atividade física, até atletas de alto nível de competição, sendo útil também para idosos e gestantes. 

O que é Pilates

Princípios do Pilates

O método Pilates está fundamentado em 6 princípios:

  1. Concentração;
  2. Respiração;
  3. Controle;
  4. Centralização;
  5. Precisão e
  6. Fluência de movimentos.

Assim, quem pratica este tipo de atividade física deve ser capaz de realizar os exercícios na perfeição, sem sobrecarga das articulações, atingindo a capacidade máxima muscular, a coordenação dos movimentos, correta respiração e a máxima atenção porque para praticar o método na perfeição é preciso focar a atenção no exercício e em todos os seus detalhes.

Como é a respiração do método Pilates

A primeira lição do Pilates é aprender a respirar corretamente e a centralizar. Isso quer dizer que a pessoa precisa realizar a parte mais difícil do exercício, ou seja, a contração, durante a expiração, quando ela está soltando o ar dos pulmões. Quando o corpo estiver voltando para sua posição inicial deve-se inspirar, permitindo a entrada de ar nos pulmões. Não é permitido ficar em apneia, ou seja, sem respirar em nenhum momento do exercício.

Você pode treinar essa respiração deitado, 10 vezes seguidas, enquanto levanta o braço do chão. Então, você deve:

  • Fazer o ar entrar nos pulmões e quando começar a soltar o ar levantar o braço do chão e
  • Baixar o braço enquanto inspira, permitindo a entrada do ar.

Esta respiração exige concentração e é necessária em todos os exercícios do método Pilates e é mais eficaz porque permite a melhor oxigenação dos cérebro, do músculo que está sendo trabalhado e de todos os tecidos do corpo, exigindo que a pessoa foque toda a sua atenção na respiração e na contração muscular, o que faz com que tenha mais atenção ao exercício, havendo menor risco de lesão.

O que é centralizar

O 'centralizar' indicado pelo criador do método consiste em sugar os músculos pélvicos para cima, mais perto da caixa torácica, ao mesmo tempo que mantém a boa postura, respira e executa o movimento. E é exatamente por exigir tanta coordenação que os exercícios de Pilates são tão benéficos para a mente e para corpo.

Com este tipo de exercício há menor possibilidade de compensação muscular e por isso o risco de lesões nas aulas é muito menor. Além disso, o Pilates foi adaptado por fisioterapeutas que desenvolveram uma outra versão do método, o chamado Pilates Clínico, que consiste em exercícios de Pilates para tratar lesões e melhorar a qualidade de vida. Saiba mais sobre o Pilates Clínico.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...