Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Parotidite Infecciosa

Parotidite infecciosa também conhecida como papeira ou caxumba, é uma doença infecciosa, altamente contagiosa causada por um vírus da família Paramyxoviridae.

A caxumba provoca inchaço nas bochechas que é na verdade o inchaço das glândulas salivares. A transmissão da parotidite infecciosa pode ser feita pelo ar (tosses e espirros) ou através do contato com objetos contaminados.

Além de atingir as glândulas salivares, a parotidite infecciosa pode atingir outros órgãos tais como os testículos e ovários.

A parotidite infecciosa pode afetar indivíduos de todas as idades, porém crianças de 5 a 15 anos geralmente são os mais atingidos e devem receber tratamento adequado.

Sintomas da Parotidite Infecciosa

  •  Inchaço das glândulas do pescoço;
  •  Dor nas glândulas parótidas;
  •  Febre;
  •  Dor ao engolir;
  •  Inflamação dos testículos e ovários;
  •  Dor de cabeça;
  •  Dor abdominal (quando atinge os ovários);
  •  Vômito;

Diagnóstico da Parotidite Infecciosa

O diagnóstico da parotidite infecciosa é feito através da observação clínica dos sintomas. Geralmente não são necessários exames laboratoriais, mas em casos de incertezas exames de saliva ou sangue detectam a presença do vírus causador da parotidite infecciosa no indivíduo.

Tratamento para Parotidite Infecciosa

O tratamento para parotidite infecciosa é direcionado para o alivio dos sintomas através de analgésicos e antitérmicos.

Não existe nenhum medicamento especifico que elimine o vírus do organismo do sujeito, porém alguns cuidados conduzem a recuperação do indivíduo, tais como: ingerir alimentos líquidos ou pastosos, se manter em repouso e não realizar esforço físico.

Compressas de água quente podem ser úteis para a diminuição das dores causadas pela parotidite infecciosa.

Prevenção da Parotidite Infecciosa

A prevenção da parotidite infecciosa pode ser feita através da vacina tríplice viral, sendo administrada no primeiro e segundo ano de vida (2, 4, 6 e 15 meses) e depois com reforço entre 4 e 6 anos de vida

Mais sobre este assunto:


Carregando
...