Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Paralisia de Bell

Paralisia de Bell é um tipo de paralisia facial causada por uma alteração nos nervos faciais, que se caracteriza pela paralisia repentina de um dos lados da face, deixando o indivíduo com a boca torta. Seu tratamento é feito com sessões de fisioterapia, medicamentos e, em alguns casos, cirurgia.

Sintomas da paralisia de Bell

Além da boca torta, os outros sintomas da paralisia de Bel incluem a falta de rugas e de expressão no lado da face paralisado. O indivíduo tem a sensação de ter o rosto torcido e tem dificuldade para fechar os olhos. A produção de saliva e de lágrimas também são prejudicados.

Uma leve dor atrás da orelha é o único sinal que se apresenta algumas horas antes da paralisia, que não tem causa definida. Acredita-se que está relacionada com a inflamação do nervo facial devido a uma virose, a uma compressão dos nervos ou falta de circulação sanguínea.

Diagnóstico da paralisia de Bell

O diagnóstico da doença é feito através da análise do histórico clínico do paciente e dos resultados de exames neurológicos que excluem outras doenças, como o AVC ou tumores cerebrais.

Paralisia de Bell
Paralisia de Bell

Tratamento para paralisia de Bell

O tratamento para paralisia de Bell é feito com corticoides, como a prednisona, durante duas semanas após a paralisia, gotas lubrificantes para os olhos e massagens nos músculos da face.

Se a paralisia for parcial, geralmente o rosto volta ao normal entre 1 e 2 meses. Se for total, o prognóstico varia e pode ter duração de 12 meses ou mais e, nesses casos, são indicadas cirurgias para tentar ligar um nervo saudável ao nervo facial.

A maioria dos indivíduos com Paralisia de Bell tem recuperação total, mas existem casos em que a paralisia prolonga-se por toda a vida.

Link útil:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...