Óleo de Perila em cápsulas

Revisão clínica: Tatiana Zanin
Nutricionista
junho 2017

O óleo de Perilla é uma fonte natural de ácido alfa-linolênico (ALA) e ômega-3, muito utilizado pelas medicinas japonesa, chinesa e ayurveda como forte anti-inflamatório e anti-alérgico, e também para ajudar a fluidificar o sangue e reduzir o risco de doenças inflamatórias, como artrite, e cardiovasculares, como infarto.

Este óleo medicinal é extraído da planta Perilla frutescens, mas também pode ser encontrado em cápsulas, vendidas em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação.

Preço do óleo de Perilla em cápsulas

O preço do óleo de Perilla em cápsulas varia entre 60 e 100 reais, a depender da marca e do local que vende.

Principais benefícios

O óleo de Perilla em cápsulas ajuda a:

  1. Diminuir o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC, e o surgimento de câncer, por ser antioxidante;
  2. Tratar inflamações como asma, rinite alérgica, resfriados, gripes e bronquites;
  3. Prevenir o surgimento de artrite e outras doenças crônicas inflamatórias, doença de Crohn e asma, e alergias;
  4. Diminuir o risco de trombose, pois impede a coagulação excessiva do sangue;
  5. Prevenir doenças cerebrais como Alzheimer, pois ajuda a regenerar o sistema nervoso;
  6. Facilitar o emagrecimento, porque auxilia a impedir o crescimento excessivo de tecido gorduroso.

Além disso, o óleo de Perilla extraído da planta é um ótimo suplemento pois é rico em proteína, fibra dietética, cálcio, vitamina B1, B2 e niacina.

Como tomar

O modo de uso do óleo de Perilla em cápsulas consiste na ingestão de 2 cápsulas de 1000 mg ao dia, o que supre a necessidade média necessária de ômega-3 para uma pessoa saudável, que é de 1 a 2 gramas por dia.

Entretanto, deve ser usado conforme indicação do médico ou nutricionista, pois algumas pessoas podem ter uma maior necessidade de ômega-3 do que outras.

Quem não deve usar

O óleo de Perilla não deve ser usado por pessoas com alergia aos componentes da cápsula. Além disso, deve ser evitado durante a gravidez, amamentação ou uso de anticoagulantes, só devendo ser usado após orientação médica.

Como efeito colateral, este óleo pode ter um efeito laxativo em algumas pessoas.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Tatiana Zanin - Nutricionista, em junho de 2017.
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.