Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

É normal sair leite do peito do bebê?

É normal o peito do bebê ficar duro, parecendo que tem um caroço, e sair leite através do mamilo, tanto no caso de meninos como de meninas, porque o bebê ainda tem no corpo dele os hormônios da mãe responsáveis pelo desenvolvimento das glândulas mamárias.

Esta saída de leite do peito do bebê, chamada de tumefação da mama ou mamite fisiológica, não é uma doença e não acontece com todos os bebês, acabando por desaparecer naturalmente, quando o organismo do bebê começa a eliminar os hormônios da mãe da corrente sanguínea.

É normal sair leite do peito do bebê?

Por que acontece

A saída de leite do peito do bebê é uma situação normal e que pode aparecer até 3 dias após o nascimento. Essa situação acontece principalmente devido ao fato do bebê ainda estar sob a influência dos hormônios maternos que são passados de mãe para filho ainda durante a gestação e durante a amamentação.

Assim, como consequência do aumento da concentração de hormônios maternos no sangue do bebê, é possível notar inchaço das mamas e, em alguns casos, da região genital. No entanto, à medida que o organismo do bebê libera os hormônios, é possível notar diminuição do inchaço, sem que haja necessidade de tratamento específico.

O que fazer

Na maioria dos casos o inchaço das mamas do bebê e a saída leite melhoram sem tratamento específico, no entanto para acelerar a melhora e evitar possíveis inflamações, é recomendado:

  • Limpar o peito do bebê com água, caso o leite comece a vazar dos mamilos;
  • Não apertar o peito do bebê para que saia leite, porque nesse caso pode haver inflamação e maior risco de infecção;
  • Não massagear o local, pois também pode levar à inflamação.

Normalmente entre 7 e 10 dias após o nascimento, é possível notar diminuição do inchaço e ausência de saída de leite pelo mamilo.

Quando consultar o pediatra

É importante levar o bebê ao pediatra quando o inchaço não melhora ao longo do tempo ou quando além do inchaço são notados outros sintomas, como vermelhidão local, aumento da temperatura da região e febre superior a 38ºC. Nestes casos, o peito do bebê pode ter infeccionado e o pediatra deve orientar o tratamento adequado que, geralmente é feito com antibióticos e, nos casos mais graves, cirurgia.

Bibliografia >

  • RAVEENTHIRAN, V. Neonatal Mastauxe (Breast Enlargement of the Newborn). Journal of Neonatal Surgery. Vol 2. 3 ed; 2013
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem