Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que comer na intolerância à galactose

Na dieta para intolerância à galactose, os indivíduos devem retirar da alimentação o leite e seus derivados, e todos os alimentos que contenham galactose, como grão de bico, coração e fígado de animais. A galactose é um açúcar presente nesses alimentos, e as pessoas com intolerância à galactose não conseguem metabolizar esse açúcar, que acaba se acumulando no sangue.

Essa é uma doença genética e também é conhecida por galactosemia. Ela é diagnosticada através do teste do pezinho e se não for tratada pode provocar problemas no fígado, nos rins, nos olhos e no sistema nervoso central do bebê. 

Alimentos que devem ser evitados

Os pacientes com galactosemia devem evitar alimentos que contenham galactose, como:

  • Leites, queijos, iogurtes, coalhadas, requeijão, creme de leite;
  • Manteigas e margarinas que contenham leite como ingrediente;
  • Soro do leite;
  • Sorvete;
  • Chocolate;
  • Molho de soja fermentado;
  • Grão de bico;
  • Vísceras de animais: rins, coração, fígado;
  • Carnes processadas ou enlatadas, como salsichas e atum, pois normalmente contêm leite ou proteínas do leite como ingrediente;
  • Proteína hidrolisada do leite: normalmente encontrada em carnes e peixes enlatados, e em suplementos proteicos;
  • Caseína: proteína do leite adicionada em alguns alimentos como sorvete e iogurte de soja;
  • Suplementos proteicos à base de leite, como lactoalbumina e caseinato de cálcio;
  • Glutamato monossódico: aditivo utilizado em produtos industrializados como molho de tomate e hambúrguer;
  • Produtos que contenham como ingredientes os alimentos proibidos, como bolo, pão de leite e cachorro quente.

Como a galactose pode estar presente em ingredientes utilizados na fabricação de produtos industrializados, deve-se olhar o rótulo para conferir a presença ou não da galactose. Além disso, alimentos como feijão, ervilha, lentilha e grãos de soja devem ser ingeridos com moderação, pois contêm pequenas quantidades de galactose. Como a galactose é um açúcar derivado da lactose do leite, veja também Dieta para intolerância à lactose.

Leite e derivados são ricos em galactoseLeite e derivados são ricos em galactose
Outros alimentos que contêm galactoseOutros alimentos que contêm galactose

Alimentos permitidos na dieta

Os alimentos permitidos são aqueles sem galactose ou com um teor baixo desse açúcar, como frutas, legumes, trigo, arroz, massa, refrigerantes, café e chás. As pessoas com galactosemia devem substituir o leite e derivados por produtos de soja, como leite e iogurtes de soja. Além disso, como o leite é a principal fonte de cálcio na alimentação, o médico ou o nutricionista podem prescrever suplementos de cálcio, de acordo com a necessidade do indivíduo. Veja quais os Alimentos ricos em cálcio sem leite.

Também é importante lembrar que existem diferentes tipos de intolerância à galactose, e que a dieta varia de acordo com o tipo da doença e os resultados de exames de sangue que medem a quantidade de galactose no corpo.

Sintomas de intolerância à galactose

Os sintomas de galactosemia são principalmente:

  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Falta de energia;
  • Barriga inchada
  • Atraso no crescimento;
  • Pele e olhos amarelados.

É importante lembrar que se o tratamento não for realizado logo que a doença for diagnosticada, podem ocorrer problemas como retardo mental e cegueira, prejudicando o desenvolvimento físico e mental da criança.

Cuidados com o bebê

Os bebês com galactosemia não podem ser amamentados e devem ser alimentados com leite de soja ou fórmulas lácteas a base de soja. Na fase em que os alimentos sólidos são introduzidos dieta, deve-se informar os amigos, os familiares e a escola sobre a alimentação do bebê, para que ele não coma alimentos com galactose. Os cuidadores devem ler todas as embalagens e rótulos dos alimentos, certificando-se que não contêm a galactose.

Além disso, é necessário que o bebê seja acompanhado ao longo da vida pelo pediatra e pelo nutricionista, que irão acompanhar o seu crescimento e indicar os suplementos nutricionais, se forem necessários. Veja mais em O que o bebê com galactosemia deve comer.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...