Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Qual o melhor adoçante e em que quantidade usar

O uso de adoçantes nem sempre é a melhor escolha porque, apesar de não engordarem, essas substâncias mantêm o paladar viciado no sabor doce, o que não favorece a perda de peso.

Além disso, usar adoçantes ou consumir produtos diet e light, que utilizam adoçantes na sua composição, pode dar uma falsa impressão de alimentação saudável, o que acaba por aumentar o consumo de produtos ricos em calorias, como o chocolate diet, o que acaba provocando aumento do peso.

Qual o melhor adoçante e em que quantidade usar

Como escolher o melhor adoçante

A melhor escolha de adoçante é o Stevia, pois é um produto completamente natural feito a partir de uma planta medicinal, podendo ser utilizado por crianças e mulheres grávidas.

No entanto, apesar das polêmicas, os outros tipos de adoçantes também são seguros para a saúde, pois os estudos ainda não comprovaram que eles fazem mal à saúde, mas seu uso excessivo pode aumentar a dependência por doces e a chance de desenvolver diabetes.

Também é importante lembrar que em casos de fenilcetonúria não se deve consumir adoçantes à base de aspartame, e pessoas que têm pressão alta ou insuficiência renal não devem consumir adoçantes à base de sacarina e ciclamato, pois são ricos em sódio. Veja outros riscos que o aspartame pode trazer para a saúde.

Quantidade segura para consumo

A dose máxima recomendada de adoçante para consumir por dia é de 6 pacotinhos de um grama quando o adoçante é em pó, e de 9 a 10 gotas para os líquidos.

Dentro desse limite, o consumo de qualquer adoçante é seguro para a saúde, mas é preciso estar atento porque produtos light e diet também utilizam adoçantes na sua formulação, o que somado ao adoçante utilizado nos sucos e cafés, por exemplo, pode fazer ultrapassar o valor recomendado por dia.

Apesar de ser difícil no início, após cerca de 3 semanas o paladar se acostuma com o sabor menos doce, por isso veja como reduzir o consumo de açúcar da alimentação com 3 dicas simples.

Onde se pode usar o adoçante

O uso de adoçantes artificiais para emagrecer deve ser o mínimo possível porque eles foram concebidos, via de regra para ser usados por diabéticos, que não podem usar outra alternativa para adoçar.

No entanto, se souber usar o adoçante da maneira correta, pode acabar tornando a dieta muito mais fácil de seguir. Para isso, algumas dicas são:

  1. Ao preparar doces, coloque o adoçante por último. Quanto mais no final do processo melhor.
  2. Não use aspartame se for cozinhar algo acima dos 120ºC, pois ele perderá suas propriedades.
  3. Na hora de preparar sobremesas calcule o equivalente a uma colher de sobremesa por pessoa.
  4. O sabor doce gerado pelo adoçante é mais facilmente percebido nos alimentos depois de frios. Por isso, se o alimento for consumido ainda quente, parecerá sem doce.
  5. Para preparar um caramelo light experimente usar a frutose em pó.

Para saber a quantidade ideal de adoçante que deverá ser utilizado veja as indicações no rótulo da embalagem, pois a quantidade pode variar dependendo da marca e o consumo excessivo de edulcorante, não faz bem à saúde.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem