Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Bula do Nimodipino

Nimodipino é um medicamento que age diretamente sobre a circulação sanguínea do cérebro, ajudando a prevenir e tratar alterações cerebrais, como espasmos ou estreitamento nos vasos sanguíneos, principalmente os que ocorrem após um sangramento cerebral. 

Este medicamento funciona causando a dilatação dos vasos sanguíneos do cérebro, para que a circulação sanguínea consiga fluir mais facilmente, o que ajuda a proteger os neurônios de danos provocados pela isquemia cerebral. Por isso, também é útil no tratamento das alterações cerebrais causadas pelo envelhecimento.

Nimodipino é encontrado na dose de 30 mg, podendo estar na sua forma genérica ou com nomes comerciais, como Vasodipina, Miocardil, Miocardia, Noodipina, Eugerial, Nimobal, Nimotop ou Nimopax, por exemplo, e pode ser comprado nas principais farmácias, com a receita médica, por um preço que varia entre R$ 15 a 60 reais, a depender da marca e da quantidade de comprimidos na embalagem.

Bula do Nimodipino

Para que serve

Nimodipino é um princípio ativo usado na prevenção e tratamento das deficiências neurológicas por isquemias provocadas no espasmo dos vasos sanguíneos cerebrais, especialmente o que ocorre devido a uma hemorragia subaracnóidea por rompimento de aneurisma. Entenda melhor as causas e como identificar a hemorragia cerebral

Como Nimodipino protege os neurônios e estabiliza as suas funções, este medicamento também pode ser indicado para tratamento das alterações cerebrais resultantes do envelhecimento, como alteração da memória, concentração, comportamento, labilidade emocional ou redução da capacidade mental. 

Como tomar

A dose recomendada é de 1 comprimido de nimodipino, 3 vezes ao dia.

Não é necessário tomar junto com as refeições, e o comprimido não deve ser mastigado. A dose do medicamento pode variar de acordo com a indicação médica, conforme a necessidade do paciente. 

Quem não deve usar

Este medicamento não deve ser usado por crianças, adolescentes, grávidas ou mulheres que estejam a amamentar.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ser provocados pelo nimodipino incluem desconforto gastrointestinal, náuseas, vômitos, tontura, dor de cabeça, insônia, sensação de fraqueza, agitação, queda da pressão arterial ou da frequência cardíaca, pele avermelhada, inchaço nas pernas e queda dos níveis de plaquetas no sangue. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar