Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba porque as mulheres morrem mais de infarto

O infarto na mulher causa mais mortes que no homem porque costuma provocar sintomas diferentes da dor no peito comumente observada no sexo masculino. Isso faz com que as mulheres demorem mais a pedir ajuda do que os homens, o que aumento as chances de complicações e morte.

Também é importante lembrar que mulheres na pós-menopausa e com histórico familiar de doenças cardíacas têm maior risco de sofrer um infarto. Veja a seguir outros mitos e verdades sobre o assunto.

1. Mulheres têm mais risco de infarto que homens?

Mito. As mulheres têm menores chances de ter infarto do que os homens, assim como têm menor risco de desenvolver doenças como diabetes, pressão alta e aterosclerose.

2. Mulheres têm maior risco de infarto após a menopausa?

Verdade. As mulheres mais jovens têm um risco menor de infarto que os homens, mas após os 45 anos e a menopausa, as chances de ter problemas cardíacos e outros problemas de saúde aumentam devido às alterações que acontecem nos hormônios.

3. Infarto causa sempre dor no peito?

Mito. O sintoma de dor no peito é mais comum nos homens, enquanto nas mulheres os principais sinais de infarto são cansaço, dificuldade para respirar, náuseas, vômitos, dor nas costas e na região do queixo e da garganta. Além disso, nem sempre o infarto provoca sintomas e muitas vezes só descoberto após o paciente ir para o hospital com mal estar, vômitos e tonturas. Veja mais sobre os sintomas aqui.

Saiba porque as mulheres morrem mais de infarto

4. Mulheres morrem mais de infarto do que homens.

Verdade. Como os sintomas de infarto na mulher costumam ser mais leves, elas demoram mais a identificar o problema e para pedir ajuda, o que aumenta o risco de morte e de complicações. Veja como é feito o tratamento do infarto.

5. O histórico familiar aumenta a chance de infarto?

Verdade. Tanto mulheres quanto homens têm maior chance de ter infarto quando existem parentes que também tiveram o mesmo problema ou que têm doenças como diabetes e colesterol alto.

6. Mulheres no peso certo não sofrem infarto.

Mito. Mesmo mulheres que estão dentro do peso adequado podem sofrer infartos, especialmente se não tiverem uma alimentação saudável, não praticarem atividade física, se forem fumantes e se usarem pílulas anticoncepcionais.

7. Ter histórico na família é garantia de também sofrer infarto.

Mito. Apesar de as chances de também ter um infarto serem maiores, mulheres com histórico familiar podem prevenir esse problema mantendo um estilo de vida saudável ao fazer uma alimentação equilibrada, controlar o peso, praticar atividade física regularmente e evitar doenças como colesterol alto, diabetes e hipertensão.

Para se prevenir de um infarto, veja 12 sinais que podem indicar problemas no coração.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...