Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como combater a Incontinência Urinária na Menopausa

A incontinência urinária na menopausa é um problema da bexiga muito frequente, que acontece devido à diminuição da produção de estrogênios durante este período. Além disso, o processo natural de envelhecimento torna os músculos pélvicos mais fracos, permitindo que aconteça a perda involuntária de urina.

Esta perda involuntária pode começar com pequenas quantidades ao realizar esforços como subir escadas, tossir, espirrar ou levantar algum peso, mas se nada for feito para fortalecer o períneo, a incontinência irá agravar e será cada vez mais difícil segurar o xixi, sendo necessário usar um absorvente, e por isso é importante evitar a progressão da incontinência. Saiba mais sobre a Incontinência urinária por esforço

Como combater a Incontinência Urinária na Menopausa

Como tratar a incontinência urinária 

O tratamento para incontinência urinária na menopausa pode ser feito com a reposição hormonal, indicada por um médico ginecologista, fortalecimento dos músculos do períneo ou, em último caso, através de uma cirurgia para corrigir a posição da bexiga.

Os exercícios de kegel quando feitos 5 vezes por dia, também ajudam a prevenir e a tratar a incontinência urinária na menopausa. Para isso, a mulher deve contrair o músculo pélvico, como se estivesse interrompendo o fluxo de urina durante a micção, e aguentar durante 3 segundos, relaxando a seguir e repetindo este exercício 10 vezes.

Como fazer os exercícios para Incontinência

Para fazer os exercícios que fortalecem os músculos do pavimento pélvico, que são responsáveis por manter o útero e a bexiga devidamente posicionados e a vagina mais apertada, primeiro você precisa imaginar que está fazendo xixi e tentar contrair os músculos da vagina, como se quisesse parar o jato de urina.

O ideal é somente imaginar porque não é aconselhado ficar realizando esta contração enquanto esta urinando porque a urina pode retornar aumentando o risco de infecções. Outras dicas que podem ajudar a identificar como deve ser realizada esta contração do períneo são: Imaginar que está sugando uma ervilha com a vagina ou que está prendendo algo dentro da vagina. Introduzir o dedo na vagina pode ajudar a perceber se está contraindo os músculos corretamente.

Localização do períneoLocalização do períneo

Durante a contração do períneo é normal haver um pequeno movimento de toda região íntima em volta da vagina e do ânus e também da região abdominal. No entanto, com o treino será possível contrair os músculos sem que haja movimento abdominal.

Após aprender a contrair estes músculos você deverá manter cada contração durante 3 segundos, relaxando completamente a seguir. Deve-se realizar 10 contrações seguidas que devem ser mantidas durante 3 segundos cada uma delas. Você pode fazer esse exercício sentada, deitada ou em pé e com a prática poderá realizar várias vezes durante o dia enquanto realiza suas atividades diárias.

Dicas para evitar a incontinência urinária 

Algumas dicas para evitar a a incontinência urinária na menopausa são:

  • Evitar beber muito líquido no final do dia;
  • Fazer exercícios de Kegel regularmente;
  • Evitar segurar a urina durante muito tempo;

Outra dica importante é praticar exercícios com orientação de um preparador físico ou fisioterapeuta porque é essencial manter a contração do períneo enquanto realiza a atividade física, especialmente se realizar atividades de impacto, como correr, ou fazer body jump, pois eles podem aumentar o risco de incontinência urinária na menopausa.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...