Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ilaris

O Ilaris é um medicamento anti-inflamatório indicado para o tratamento de doenças autoimune inflamatórias, como Doença inflamatória multissistêmica ou artrite idiopática juvenil, por exemplo.

O seu princípio ativo é o canaquinumabe, uma substância que inibe a ação de uma proteína importante nos processos inflamatórios, sendo por isso capaz de controlar e aliviar os sintomas de doenças inflamatórias onde existe produção excessiva dessa proteína.

O Ilaris é um medicamento produzido pelos laboratórios Novartis que só pode ser administrado no hospital, não estando por isso à venda nas farmácias.

Ilaris

Preço

O tratamento com Ilaris tem um preço aproximado de 60 mil reais para cada frasco de 150 mg, no entanto, na maioria dos casos, pode ser obtido gratuitamente através do SUS.

Para que está indicado

O Ilaris está indicado para o tratamento de síndromes periódicas associadas à criopirina, em adultos e crianças, como:

  • Síndrome autoinflamatória familiar desencadeada pelo frio, também chamada de urticária familiar ao frio;
  • Síndrome de Muckle-Wells;
  • Doença inflamatória multissistêmica de início neonatal, também conhecida como Síndrome crônico-infantil-neurológica-cutânea-articular.

Além disso, este medicamento também pode ser usado no tratamento da artrite idiopática juvenil sistêmica em crianças com mias de 2 anos, que não tenham tido bons resultados com o tratamento com anti-inflamatórios não esteroides e corticoides sistêmicos.

Como usar

O Ilaris é injetado na camada gordurosa por baixo da pele e só pode ser administrado por um médico ou enfermeiro no hospital. A dose deve ser adequada ao problema e ao peso da pessoa, sendo que as orientação gerais são:

  • 50 mg para pacientes com mais de 40 kg. 
  • 2 mg/kg para pacientes com peso entre 15 kg e 40 kg.

A injeção deve ser feita a cada 8 semanas, especialmente no tratamento das síndromes periódicas associadas à criopirina, durante o tempo recomendado pelo médico.

Possíveis efeitos secundários

Os efeitos colaterais mais comuns deste medicamento incluem febre, dor de garganta, aftas, tonturas, vertigem, tosse, dificuldade para respirar, chiado no peito ou dor no pé.

Quem não deve utilizar

O Ilaris não deve ser utilizado em crianças com menos de 2 anos ou em pessoas com hipersensibilidade a algum dos seus componentes ativos. Além disso, deve ser usado com cuidado em pacientes com infecções ou que apresentam infecções facilmente, pois este medicamento aumenta o risco de ter infecções.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...