Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o Ibandronato de Sódio (Bonviva), para que serve e como tomar

O Ibandronato de Sódio, comercializado com o nome Bonviva, é indicado para tratar a osteoporose em mulheres após a menopausa, de forma a reduzir o risco de fraturas.

Este medicamento é sujeito a receita médica e pode ser comprado em farmácias, por um preço de cerca de 50 a 70 reais, caso a pessoa opte por um genérico, ou cerca de 190 reais, caso se opte pela marca.

O que é o Ibandronato de Sódio (Bonviva), para que serve e como tomar

Como funciona

O Bonviva tem na sua composição ibandronato de sódio, que é uma substância que age nos ossos, inibindo a atividade das células que destroem o tecido ósseo.

Como usar

Este remédio deve ser ingerido em jejum, 60 minutos antes da ingestão do primeiro alimento ou bebida do dia, exceto água, e antes da administração de qualquer outro remédio ou suplemento, inclusive cálcio, sendo que os comprimidos devem ser tomados sempre na mesma data a cada mês.

O comprimido deve ser tomado com um copo cheio de água filtrada, não devendo ser tomado com outro tipo de bebida como água mineral, água com gás, café, chá, leite ou suco, e o paciente deve tomar o comprimido de pé, sentado ou andando, não devendo deitar-se nos 60 minutos seguintes após a ingestão do comprimido.

O comprimido deve ser ingerido inteiro e nunca mastigado, já que pode causar úlceras na garganta.

Veja também o que comer e o que evitar na osteoporose.

Quem não deve usar

O Bonviva está contraindicado em pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula, em pacientes com hipocalcemia não corrigida, ou seja, com níveis baixos de cálcio no sangue, em pacientes que não conseguem ficar em pé ou sentado durante, pelo menos, 60 minutos, e em pessoas com problemas no esôfago, como demora no esvaziamento esofágico, estreitamento do esôfago ou ausência de relaxamento do esôfago.

Este remédio também não deve ser utilizado por grávidas, durante a amamentação, em crianças e adolescentes menores de 18 anos e em pacientes que estejam usando anti-inflamatórios não esteroides sem orientação médica.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o Bonviva são gastrite, esofagite, incluindo ulcerações esofágicas ou estreitamento do esôfago, vômitos e dificuldade para engolir, úlcera gástrica, sangue nas fezes, tonturas, distúrbios musculoesqueléticos e dor nas costas. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem