Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Higroma cístico tem cura?

O higroma cístico tem cura, mas é possível que o tumor possa voltar após algum tempo e ainda não se sabe explicar o motivo.

O tratamento para o higroma cístico consiste na aplicação de uma injeção com substância esclerótica que possa destruir o líquido que preenche o tumor. Esse líquido provém da circulação linfática e embora não se saiba porque ele forma o cisto, alguns indivíduos podem desenvolvê-lo na vida adulta.

O medicamento que melhor elimina o higroma cístico é o Ok432, que não tem efeitos colaterais e não é tóxico e consegue eliminar o tumor na primeira aplicação na maior parte das vezes. Dependendo da localização do cisto, o médico poderá realizar uma ultrassonografia para visualizar melhor a área a ser tratada a fim de evitar a aplicação do medicamento em outros tecidos provocando maiores danos.

Essa aplicação é feita na clínica ou no hospital e o indivíduo não precisa ficar internado, embora seja necessário descansar e evitar esforços nos três dias posteriores ao tratamento. Caso o higroma seja muito grande e impeça a livre movimentação da articulação próxima à sua localização, como joelho, cotovelo ou pescoço, pode haver a necessidade de realizar algumas sessões de fisioterapia para diminuir a dor e aumentar a amplitude dos movimentos.

Quando se trata de um higroma cístico fetal o médico poderá avaliar a necessidade de realizar uma cirurgia para a retirada do cisto, mas isto vai depender da sua localização. Cistos localizados na região subdural do cérebro ou muito próximos à órgãos vitais devem ser observados por algum tempo antes de inicar a terapêutica e deve-se avaliar o risco/benefício da sua retirada.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...