Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Doenças relacionadas à AIDS

As doenças relacionadas à AIDS são aquelas que afetam os pacientes soropositivos, devido à debilidade do seu sistema imune, como Tuberculose, Pneumonia ou o Linfoma, por exemplo.

Nem todas são graves e podem ser controladas, mas sempre que o paciente apresenta qualquer uma delas o tratamento deve ser redobrado porque além dos antirretrovirais, é primordial combater a infecção oportunista para garantir a vida do paciente.

Doenças relacionadas à AIDS

Principais doenças relacionadas com a AIDS

As pessoas diagnosticadas com AIDS têm mais facilidade em desenvolver várias outras doenças devido à fragilidade do sistema imunológico e do organismo como um todo. Assim, as principais doenças que podem estar relacionadas com a AIDS são:

1. Doenças respiratórios

Os pacientes com AIDS podem facilmente desenvolver gripes e resfriados, que podem ser solucionados facilmente. No entanto, devido ao comprometimento do sistema imune, pode haver o desenvolvimento de doenças mais graves, como a tuberculose e a pneumonia, por exemplo, cujo tratamento é mais complexo.

Principais sintomas: Os sintomas das doença respiratórias são semelhantes, podendo haver febre, dor de cabeça, sensação de peso no corpo, coriza, fraqueza e tosse seca ou com catarro, sendo comum em casos de tuberculose e pneumonia, por exemplo. Saiba diferenciar os sintomas da gripe e do resfriado.

Como tratar: O tratamento das doenças respiratórias normalmente envolve repouso e a ingestão de bastante líquido. Além disso, pode ser recomendado o uso de descongestionantes nasais ou antibióticos, no caso da tuberculose e pneumonia, quando esta é causada por bactérias. O antibiótico recomendado deve ser feito de acordo com a orientação do médico para que não haja mais comprometimento do organismo.

2. Doenças de pele

As doenças de pele podem ser frequentes em pessoas com AIDS devido à diminuição da atividade do sistema imunológico, o que permite que os microrganismos presentes na pele desenvolvam-se, aumentando as chances de doenças, como a micose, por exemplo, que é uma doença de pele causada por fungo.

Além disso, pacientes com AIDS têm mas chance de ter púrpura, que pode acontecer devido à inflamação dos vasos sanguíneos, levando ao aparecimento de manchas vermelhas na pele. Conheça os principais tipos de púrpura.

Principais sintomas: Os sintomas de micose são bem claros, havendo coceira da pele e aparecimento de lesões avermelhadas e descamativas. Na púrpura também há o aparecimento de manchas vermelhas espalhadas pela pele, mas também pode haver febre e sangramento pelo nariz, gengiva ou trato urinário.

Como tratar: No caso das micoses, o mais recomendado a orientação de um dermatologista para que as lesões possam ser avaliadas e possa ser indicada a melhor pomada ou creme para se passar no local. No caso da púrpura, o médico também pode indicar o uso de creme rico em vitamina K, como o Thrombocid, por exemplo, que deve ser passado na pele até que as manchas desapareçam.

3. Doenças infecciosas

Devido à diminuição da atividade do sistema imunológico, as pessoas com AIDS tem mais chance de desenvolverem infecções, que podem ser causadas tanto por vírus, quanto por bactérias e parasitas, como é o caso da neurotoxoplasmose, por exemplo, que é uma doença infecciosa caracterizada pela presença do parasita Toxoplasma gondii no sistema nervoso.

Além disso, devido ao comprometimento imunológico, os microrganismos pertencentes ao corpo podem também começar a se proliferar de forma descoordenada, havendo infecção, como por exemplo a candidíase persistente ou de repetição.

Principais sintomas: Os sintomas de doenças infecciosas variam de acordo com o local da infecção e agente causador, no entanto na maioria das vezes pode haver febre, mal-estar, cansaço excessivo, suor frio, desconforto abdominal e coceira, por exemplo.

Como tratar: O tratamento também é feito de acordo com o tipo de infecção e sintomas apresentados pelo paciente, além de ser considerado o estado de saúde da pessoa. Assim, o médico pode indicar o uso de antibióticos, antiparasitários ou antifúngicos, no entanto, a indicação do medicamento é feito de acordo com os medicamentos que a pessoa está fazendo uso para tratar a AIDS, pois caso contrário pode haver interação medicamentosa.

Doenças relacionadas à AIDS

4. Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares podem ser relacionadas à AIDS devido ao aumento da predisposição para acumular gordura no interior das artérias, aumentando o risco de aterosclerose, derrame ou infarto.

Principais sintomas: Os principais sintomas de problemas no coração são dor no peito, cansaço excessivo e sem causa aparente, suor frio, alteração na frequência cardíaca, tonturas e desmaios. É importante ir ao médico assim que surjam sinais indicativos de problemas no coração para que possa ser investigada a causa desses sintomas.

Como tratar: A melhor forma de tratamento para as doenças cardiovasculares é evitando o acúmulo de gordura por meio de uma dieta saudável e pobre em gordura, além da prática de atividades físicas de forma regular e acompanhada por um profissional de educação física.

No entanto, assim que os primeiros sintomas de doenças cardiovasculares surgirem, é importante consultar o cardiologista para que sejam realizados exames e possa ser iniciado o tratamento, evitando possíveis complicações. Saiba quando ir ao cardiologista.

5. Doenças renais

As doenças renais também podem acontecer em pessoas com AIDS devido ao uso de medicamentos por toda a vida, o que pode comprometer a atividade dos rins de filtração e excreção de substâncias que estão em excesso no organismo, favorecendo a ocorrência de cálculos renais.

Principais sintomas: No caso do cálculo renal, o principal sintomas é a dor forte na parte de baixo das costas e que pode ser limitante, febre e dor ao urinar. Já no caso da insuficiência renal, que é quando os rins perdem a sua capacidade de filtrar o sangue e eliminar a ureia e a creatinina por meio da urina, por exemplo, os principais sintomas são urina com espuma, cheiro forte e em pouca quantidade, febre superior a 39ºC, cansaço fácil e aumento da pressão.

Como tratar: O tratamento para as doenças renais é feito de acordo com a orientação do nefrologista ou urologista, sendo geralmente indicado o uso de medicamentos anti-hipertensivos e diuréticos, como a Furosemida, por exemplo. É importante também beber bastante líquidos durante o dia, manter uma alimentação equilibrada e evitar consumir muita proteína, pois pode sobrecarregar ainda mais os rins.

No caso do cálculo renal, é importante que o médico identifique a localização da pedra e o tamanho para que seja indicada a melhor forma de tratamento, levando também em consideração a idade e o estado de saúde da pessoa. Conheça as principais formas de tratamento para pedra nos rins.

6. Câncer

Algumas pessoas diagnosticadas com AIDS têm mais risco de desenvolver câncer ao longo da vida devido a alterações no seu sistema imunológico. O principal tipo de câncer relacionado com a AIDS é o linfoma, em que as principais células acometidas são os linfócitos, que são células do sangue responsáveis pela defesa do organismo. Saiba tudo sobre o linfoma.

Principais sintomas: O sintoma mais associado ao linfoma é o inchaço dos gânglios linfáticos localizados na axila, virilha, pescoço, estômago, intestino e pele. Além disso, há perda de peso, dor, febre, perda de apetite e mal-estar.

Como tratar: O tratamento do linfoma é feito de acordo com o estágio da doença, idade da pessoa e estado geral de saúde, devendo ser recomendado pelo oncologista ou hematologista. Normalmente o tratamento indicado é a quimioterapia, radioterapia ou transplante de medula óssea.

7. Síndrome da perda de peso

É um termo que se refere à perda de 10% ou mais de peso sem causa aparente e que pode acontecer devido às alterações metabólicas causadas pelo vírus, outras infecções oportunistas ou como efeito colateral dos medicamentos.

Muitos pacientes com AIDS também apresentam problemas neurológicos, como problemas de memória, falta de concentração e dificuldade para realizar tarefas complexas, por exemplo.

Tratamento das doenças relacionadas à AIDS

O tratamento das doenças relacionadas à AIDS deve ser feito com o uso de remédios receitados pelo médico para o controle da infecção, além da terapia antirretroviral, com o uso do coquetel. No entanto, é possível que haja interação medicamentosa e para diminuir os sintomas desagradáveis do paciente o médico poderá indicar o uso de outros medicamentos.

O tratamento por vezes pode ser feito em casa, mas muitos médicos recomendam o internamento para que ocorra um melhor controle da infecção, aumentando as chances de cura. Após o controle da doença, o médico poderá recomendar que o paciente fique somente com a terapia antirretroviral e faça os testes da AIDS para confirmar a concentração de linfócitos e de CD4 no sangue.

Para ajudar na identificação da doença, veja quais são os principais sintomas da AIDS.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar