Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Disfunção sexual feminina

A disfunção sexual feminina pode ser causada por diversos fatores, como problemas emocionais, o uso de medicamentos e problemas físicos causados por doenças. Todos eles fazem com que a mulher tenha pouco ou nenhuma libido ou, nos casos mais graves, elas podem ter até mesmo uma aversão ao contato íntimo.

A boa notícia é que todos os problemas podem ser tratados de acordo com a sua origem, fazendo com que a mulher tenha uma melhor qualidade de vida.

Causas da disfunção sexual feminina

Dentre algumas causas desta disfunção, pode-se citar:

  • Baixa quantidade de hormônios na corrente sanguínea.
  • Alguns medicamentos, como relaxantes, antidepressivos, anti-hipertensivos, antibióticos e anti-histamínicos.
  • Doenças que afetam o sistema reprodutor.
  • Cansaço.
  • Quimioterapia.
  • Histerectomia.
  • Idade avançada.
  • Doenças.
  • Falta de intimidade com o parceiro.
  • Sensação de culpa.
  • Preocupação.
  • Estresse.
  • Falta de afeto ou amor pelo parceiro.

Como identificar a disfunção sexual feminina

Para identificá-la é preciso que a mulher vá a uma consulta com o ginecologista que avalie sua condição física. Caso a paciente não apresente doenças ou disfunções que justifiquem a sua falta de interesse pelo contato íntimo, uma conversa com um psicólogo será capaz de diagnosticar problemas emocionais que podem afetar esta área de sua vida.

Tratamento para a disfunção sexual feminina

Antes de iniciar o tratamento é indicado saber a sua origem. Em alguns casos, vários fatores podem estar presentes. Tratar as doenças físicas e as emocionais é fundamental para que o tratamento seja um sucesso.

Além disso, recorrer à terapia de casais e ao consumo de alimentos afrodisíacos podem ser bons conselhos a serem seguidos.

O uso de medicamentos, como o Viagra, ainda não é indicado devido à falta de comprovação científica.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...