Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dieta vegetariana na Gravidez

A grávida que é vegetariana pode ter uma gestação normal e saudável, tendo uma dieta balanceada e variada, rica em nutrientes e calorias que satisfazem as necessidade tanto da mãe, como do bebê.

Como em qualquer gravidez, é importante que durante esta fase seja acompanhada de um médico e do nutricionista, para evitar carência de vitaminas e de minerais, como o ferro, vitamina B12 e vitamina D, encontradas principalmente nas carnes e peixes, e que são importantes para o desenvolvimento do bebê, evitando assim problemas como a anemia, baixo peso ao nascer e defeitos do tubo neural. 

Dieta vegetariana na Gravidez

O que comer para uma gravidez saudável

Na tabela a seguir estão as principais vitaminas e minerais que são essenciais para o desenvolvimento fetal e uma gravidez saudável, qual a sua necessidade diária, e quais problemas que podem surgir em caso de deficiência: 

NutrientesFontes alimentaresDose diária recomendadaProblemas devido a carência
Vitamina B9 (ácido fólico)Espinafre, brócolis, repolho, aspargo, salsa, couve de bruxelas, feijão, tomate.600 mcg /diaEspinha bífida, atraso no crescimento, problemas de desenvolvimento neural, baixo peso ao nascer, descolamento da placenta. 
Vitamina B12 (cobalamina)

No caso de ovolactovegetarianos é possível comer produtos lácteos, ovos e alimentos fortificados. No caso de vegetariana estrita pode ser necessária suplementação. 

2,6 mcg /dia

Atraso no crescimento, baixo peso ao nascer, anemia, alterações neurológicas. 

Vitamina D

No caso de ovolactovegetariano é possível comer produtos lácteos fortificados e ovos. No caso de vegetariana estrita pode ser necessária suplementação. 

10 mcg /diaOsteomalacia en la madre durante el embarazo, peso bajo al nacer, hipocalcemia neonatal e hipoplasia del esmalte.
Cálcio

No caso de ovolactovegetariano é possível comer produtos lácteos. No caso de vegetariana estrita pode-se comer vegetais escuros, gergelim, semente de sesamo, nozes ou amendoim. 

1000 mg /dia

Atraso no desenvolvimento fetal e hipertensão materna.

Ferro

Pode-se conseguir com vegetais como feijões, ervilhas, grão de bico, ovos (ovolactovegetarianas), cereais fortificados, pão integral, vegetais de folhas verdes. Sendo importante consumir alimentos ricos em vitamina C para favorecer a absorção do ferro à nível intestinal. 

30 mg /dia

Anemia, parto prematuro e atraso no atraso no desenvolvimento fetal.

Zinco

Encontrado principalmente nos feijões, e castanha do Brasil. 

15 mg /dia

Baixo peso as nascer, hipertensão materna, maior risco de morte no recém nascido. 

Ômega 3

Óleo de linhaça, sementes de linhaça, abacate, azeite de oliva extra virgem, nozes, chia e frutos secos em geral. 

1400 mg /dia

Associado ao aumento da contração uterina e de parto prematuro. 

Também é importante diminuir o consumo de sal e de produtos industrializados ricos em sódio para favorecer a absorção de cálcio no intestino e evitar a retenção de líquidos no organismo. 

Confira no vídeo a seguir mais dicas da nutricionista:

Quando fazer a suplementação 

A necessidade diária dessas vitaminas e minerais pode variar dependendo se a mulher grávida possui alguma deficiência nutricional ou não. Por isso é importante ir ao médico para realizar exames laboratoriais para comprovar se existe carência nutricional.

Porém na maioria dos casos o médico pode indicar a suplementação destas vitaminas para evitar que haja uma carência nutricional futuramente. 

Dicas para uma gravidez saudável

É importante manter uma alimentação equilibrada e variada que permita obter todos os nutrientes necessários para uma gravidez saudável, alguns conselhos são: 

  • Praticar alguma atividade física regularmente e de intensidade baixa ou moderada, como caminhar ou fazer hidroginástica;
  • Consumir 2 L ou mais de água por dia;
  • Fazer 3 refeições principais e mais 2-3 lanches;
  • Limitar o consumo de café a 2-3 xícaras por dia, por ser um estimulante que passa pela placenta;
  • Controlar o peso, sendo ideal engordar 0,5 kg por semana;
  • Evitar o consumo de adoçantes;
  • Evitar o consumo de queijos como brie, camembert, roquefort e patês vegetarianos, porque podem conter listeria; 
  • Evitar o consumo de certas plantas naturais como canela e arruda. Veja chás que a grávida não deve tomar;
  • Não consumir álcool e cigarro. 

Uma dieta vegetariana pode ser saudável em todas as fases da vida, incluindo a gravidez, mas é importante o controle pré-natal com o obstetra e com o nutricionista para garantir a saúde do bebê e da mãe. 

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem