Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Diarreia Paradoxal: o que é, sintomas e tratamento

A diarreia paradoxal, também chamada de falsa diarreia ou diarreia por transbordamento, é caracterizada pela saída de um muco contendo pequenos vestígios de fezes pelo ânus, causada, na maioria das vezes, pela prisão de ventre crônica.

Em idosos com prisão de ventre crônica e acamados, podem formar-se fezes muito endurecidas chamadas fecalomas que formam um muco viscoso ao seu redor. A diarreia paradoxal ocorre quando este muco sai pelo ânus contendo alguns vestígios destas fezes, mas as fezes duras permanecem presas dentro do intestino.

Esta diarreia não deve ser confundida com a diarreia comum, pois no caso da diarreia comum, o tratamento é feito com medicamentos capazes de endurecer as fezes, o que tende a piorar a situação, pois estes medicamentos endurecem ainda mais as fezes que estão presas no intestino, aumentando a produção de muco.

Diarreia Paradoxal: o que é, sintomas e tratamento

Como identificar a diarreia paradoxal

A diarreia paradoxal é uma das principais consequências da prisão de ventre crônica e é caracterizada principalmente pela presença de uma massa de fezes endurecidas no reto ou na porção final do intestino, o fecaloma, havendo dificuldade para evacuar, inchaço abdominal, cólica e presença de sangue e muco nas fezes. Entenda mais sobre o fecaloma.

Além disso, é sinal de diarreia paradoxal a saída de muco pelo ânus contendo vestígios de fezes, sendo normalmente indicativo da presença de fecaloma.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a diarreia paradoxal deve ser feita de acordo com a orientação do clínico geral ou gastroenterologista, sendo na maioria das vezes indicada o uso de medicamentos laxantes, como o Colonac ou o Lactulona, por exemplo, com o objetivo de favorecer a eliminação das fezes ressecadas e endurecidas e diminuir a produção de muco.

Além disso, é importante beber pelo menos 2 litros de água por dia e aumentar o consumo de alimentos com efeito laxante, como mamão, kiwi, linhaça, aveia ou pêra, por exemplo. Conheça outros alimentos com efeito laxante.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem