Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar a Cutis Laxa

A Cutis Laxa não tem cura e o seu tratamento é feito apenas para tratar os sintomas e prevenir complicações. Essa doença pode ser congênita ou adquirida ao longo da vida, e seu diagnóstico é feito através da avaliação clínica dos sintomas.

Cutis Laxa é uma doença caracterizada por defeitos no tecido conjuntivo, material que preenche os espaços entre as células, dando estrutura e suporte aos órgãos e tecidos do corpo. Seus sintomas dependem da forma e da gravidade da doença, mas sua principal característica é a pele muito solta, flácida e com rugas.

Sintomas da Cutis Laxa

Os sintomas da Cutis Laxa dependem do tipo e da gravidade da doença, mas normalmente são:

  • Pele flácida, com rugas e sem elasticidade;
  • Olhos muito separados um do outro e baixos;
  • Dedos muito longos, finos e curvados;
  • Malformações da orelha;
  • Malformação de vasos sanguíneos;
  • Coração crescido;
  • Fraqueza muscular e óssea;
  • Articulações soltas, com grande elasticidade;
  • Retardo mental.

A pele do rosto, braços, pernas e abdômen é geralmente afetada, fazendo com que a pessoa tenha uma aparência envelhecida. Na Cutis Laxa granulomatosa aparecem lesões vermelhas ou arroxeadas nas dobras da pele, caracterizadas pela presença de placas endurecidas e indolores principalmente na região inguinal e nas axilas.

Diagnóstico da Cutis Laxa

O diagnóstico da Cutis Laxa é feito principalmente através da avaliação clínica dos sintomas e do histórico do paciente. Além disso, o médico também pode pedir um exame de biópsia da pele, para avaliar as alterações do tecido e confirmar o diagnóstico. Exames como ecocardiografia e raio X abdominal também podem ser utilizados para avaliar se há órgãos internos afetados pela doença e qual a gravidade das lesões.

No entanto, saber qual o tipo de Cutis Laxa é difícil, pois é necessário fazer um mapeamento genético em clínicas especializadas para identificar qual o subtipo da doença.

Tratamento da Cutis Laxa

A Cutis Laxa não tem cura e o seu tratamento é feito para controlar os sintomas apresentados, mas nos casos mais graves essa doença pode levar à morte. Durante o tratamento, normalmente são necessárias cirurgias para corrigir defeitos ósseos, hérnias ou para retirar o excesso de pele, mas é comum que esses problemas voltem a surgir.

Também é necessário o acompanhamento durante toda a vida com médicos cardiologista e pneumologista, para prevenir e tratar doenças graves que surjam no coração e nos pulmões, como aneurisma e enfisema pulmonar. Saiba mais sobre essas doenças em: Sintomas, causas e tratamento do aneurisma da aorta e Enfisema pulmonar.

Causas da Cutis Laxa

A principal causa da Cutis Laxa é a herança genética, quando a criança herda um gene defeituoso dos pais e já nasce com a doença. No entanto, ela também pode ser adquirida ao longo da vida, normalmente ligada a doenças como mieloma, linfoma, doença celíaca, lúpus e artrite reumatoide, mas ainda não existe uma causa clara para os seu desenvolvimento.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...