Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Crise de Epilepsia

A crise de epilepsia é quando o individuo apresenta sintomas da doença como perder a consciência, ter convulsões, salivar de forma intensa ou mesmo morder a língua e, geralmente, as crises epiléticas duram, entre alguns segundos até 5 minutos. Leia mais sintomas em: Sintomas de epilepsia

A epilepsia é uma doença do sistema nervoso que se manifesta por períodos de crise e outros momentos em que não ocorrem crises e pode ser controlada com o uso de remédios indicados pelo neurologista, como Diazepam.

Além dos sintomas comuns da crise epilética, que é quando o indivíduo se está debatendo e salivando, existem outros sintomas  menos evidentes de uma crise, como ficar com o olhar fixo e se desligar por alguns segundos, não recordando do que aconteceu. Saiba mais em: Como identificar e tratar a crise de ausência.

Como evitar uma crise epilética

Saber o que pode desencadear uma crise epilética é o ideal para que o paciente possa evitar os ataques, sendo alguns dos fatores desencadeadores das crises a privação do sono, febre, estresse, pancada na cabeça ou interação medicamentosa, por exemplo. Saiba mais fatores em: Fatores que desencadeiam uma crise epilética.

Sempre que o indivíduo tiver uma crise de epilepsia deve anotar a hora em que ela ocorreu e tudo o que fez nas horas que antecederam à crise, para ajudar o médico a fazer o diagnóstico e saber o que pode ter desencadeado o processo e evitar no futuro. 

Além da toma dos medicamentos para a epilepsia, respeitando exatamente os orientações do médico, o paciente deve dormir suficiente, não ficar em jejum mais de 3 horas e não ingerir bebidas alcoólicas para evitar o surgimento de uma nova crise.

Quando o indivíduo segue estas orientações ele pode viver muitos anos sem ter nenhum episódio de crise de epilepsia, mas isto não significa que a doença tenha sido curada, porque uma vez que o indivíduo seja diagnosticado epilético, ele terá que tomar a medicação e evitar os fatores desencadeadores da crise por toda a vida.

No caso de ter uma crise saiba como agir em: O que fazer na Crise de Epilepsia

Mais sobre este assunto:
Carregando
...