Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como usar a Crioterapia contra a Flacidez nas coxas e bumbum

A crioterapia, que consiste no uso da temperatura fria para fins terapêuticos, é uma ótima forma de acabar com a flacidez da pele porque a baixa temperatura aumenta o tônus e aumenta a produção de colágeno, que é responsável por dar firmeza e sustentação à pele. 

Na crioterapia pode-se recorrer ao uso de qualquer substância que seja capaz de resfriar uma determinada área do corpo, como água gelada, gelo ou spray, mas para que o tratamento seja realmente eficaz é importante associar o uso de uma substância que seja capaz de tonificar e firmar a pele. E por isso é comum que o tratamento seja feito com a aplicação de algum gel que tenha mentol, cânfora ou centella asiática, por exemplo.

Como usar a Crioterapia contra a Flacidez nas coxas e bumbum

Como é feita a crioterapia nas coxas e bumbum

Os principais benefícios da crioterapia contra flacidez incluem:

  • Aumentar a produção de colágeno que dá firmeza a pele;
  • Melhorar do tônus da pele no local que é aplicado;
  • Melhorar a circulação sanguínea porque com a baixa temperatura, o corpo tenta se reaquecer, aumentando a ação das células.

Por causa disso, a crioterapia é uma excelente forma de tratamento contra a flacidez nas coxas e no bumbum, mas para que o resultado seja satisfatório pode-se associar o uso de cremes com cafeína, castanha da índia ou centella asiática, além equipamentos como ultrassom realizado pelo fisioterapeuta.

Assim, o tratamento pode ser feito através da aplicação de um gel frio na pele, realização de massagem redutora, seguido do uso de um aparelho como ultrassom de 3 Mhz respeitando o sentido da drenagem linfática. 

Se a pessoa tiver celulite a crioterapia pode não ser a melhor opção porque nesse caso a região já é pouco vascularizada e tende a ser fria, por isso não faz sentido usar o frio para reduzir os nódulos de celulite. Nesse caso existem outras alternativas mais eficazes como a lipocavitação, ultrassom de 3 Mhz ou superior e a radiofrequência, por exemplo.

Quando não usar a crioterapia

O tratamento que resfria a pele não deve ser usado em determinadas situações, como em caso de varizes nas áreas tratadas, alergia ou intolerância ao frio, em caso de ferida na pele, e durante a gestação. Também não é a melhor opção em caso de celulite.

Como melhorar os resultados do tratamento

Para que o tratamento tenha o efeito esperado no combate à flacidez da pele também é necessário seguir uma alimentação isenta de doces, gorduras e praticar algum tipo de atividade física, para drenar o excesso de líquidos e para fortalecer os músculos, melhorando a aparência da pele. Investir nos alimentos ricos em colágeno também é uma excelente forma de reafirmar a pele, um bom exemplo é a gelatina e o frango. Veja outros alimentos ricos em colágeno.

Em casa a pessoa pode sempre tomar banho com água fria ou, se preferir, pode tomar banho com água morna, e por último ter um jato de água fria na barriga, coxas e no bumbum. Depois deverá aplicar um creme com ação lipolítica para ajudar na queima da gordura ou com ação reafirmante para tonificar a pele novamente.

O tratamento demora no mínimo 10 sessões para que tenha o resultado esperado, e o mais aconselhado é ter de 2 a 3 sessões por semana.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...