Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar os problemas de saúde mais comuns do verão

Os problemas de saúde mais comuns no verão como dengue, bicho geográfico ou micose surgem principalmente por causa do calor, da exposição prolongada ao sol, da perda de água pelo corpo e da alta umidade do ar.

Por isso, saiba como tratar os problemas de saúde mais comuns do verão:

Dengue

  • Como tratar: ingerir remédios analgésicos e antitérmicos como o paracetamol ou dipirona sob orientação médica para controlar a febre e as dores, repousar e beber cerca de 1,5 a 2 litros de líquidos por dia.
  • Sintomas: febre alta, mal-estar geral, dor de cabeça e em todo o corpo, enjoos, vômitos e manchas vermelhas na pele.

Saiba mais sobre o tratamento da dengue.

Desidratação

  • Como tratar: beber soro caseiro, que pode ser feito com 1 litro de água filtrada, fervida ou mineral engarrafada, 1 colher de sopa bem cheia de açúcar ou 2 colheres rasas de açúcar (20 g) e 1 colher de café de sal (3,5 g).
  • Sintomas: sede, boca seca, olhos secos, encovados e fundos, diminuição da urina e pele muito seca.

Veja outras formas de preparar o soro caseiro em: Receita de soro caseiro.

​Hepatite A

  • Como tratar: ingerir remédios prescritos pelo médico, repousar, beber 1,5 a 2 litros de líquidos por dia e não beber bebidas alcoólicas.
  • Durante o tratamento aconselha-se evitar as carnes e a toma de bebidas alcoólicas é proibida.

  • Sintomas: pele e olhos amarelados, febre, urina escura, fezes claras, enjoos, cansaço e dor abdominal.

Leia mais informações sobre a hepatite A.

No caso da dengue, a estação mais quente do ano ocasiona o aumento dos locais onde os mosquitos, transmissores do vírus, se desenvolvem. Já os casos de desidratação podem ser ocasionados pela perda excessiva de suor e pouca ingestão de líquidos.

Os casos de hepatite A também são mais comuns no verão pois há um aumento no consumo de água contaminada, gelo utilizado em bebidas, peixes, frutos do mar, saladas e outros alimentos pouco, ou não cozidos, e mal preparados.

Como tratar os problemas de pele mais comuns do verão

Para tratar os problemas de pele mais comuns do verão deve-se:

Bicho geográfico

  • Como tratar: usar remédios como Tiabendazol, Albendazol ou Mebendazol prescritos pelo médico em forma de pomada ou comprimidos, durante cerca de 7 a 10 dias.
  • Sintomas: lesão na pele com vermelhidão, inchaço e coceira, e sensação de movimento por baixo da pele.

Saiba mais sobre o tratamento para bicho geográfico.

Insolação

  • Como tratar: ir para um local à sombra, ventilado e fresco, beber água fresca aos poucos, cobrir a pele com panos molhados em água fresca e chamar uma ambulância.
  • Sintomas: febre alta, pele vermelha e quente, dor de cabeça, olhos secos e boca seca, sede, diarreia, enjoos e vômitos, e confusão mental, não sabendo o dia ou o local onde se está.

Veja outras dicas em: insolação: o que fazer?

Queimaduras solares

  • Como tratar: Beber 1,5 a 2 litros de água por dia, proteger a pele do sol e usar cremes hidratante na pele.
  • Sintomas: pele vermelha, inchada, dolorida e sensível.

Outras dicas para tratar queimaduras solares em: 4 dicas para tratar naturalmente queimaduras do sol.

Micoses

  • Como tratar: usar cremes, pomadas, loções ou remédios orais prescritos pelo médico e ter alguns cuidados como secar muito bem os dedos dos pés, virilhas e axilas, e manter a pele seca.
  • Sintomas: pele descamativa, com coceira e aparecimento de uma lesão redonda e avermelhada.

Veja outros cuidados que deve ter em: tratamento para micose.

Estas doenças de pele são mais frequentes no verão pela exposição prolongada ao sol sem se ter os devidos cuidados, contato direto com o parasita que causa o bicho geográfico ao andar descalço na areia da praia e presença de fungos nas praias e piscinas por causa do ambiente quente e úmido do verão no caso das micoses.

Estas doenças não surgem só no verão, apenas são mais frequentes nesta estação do ano por causa das temperaturas elevadas e devem ser rapidamente tratadas pois podem provocar problemas graves.

Se gostou desta informação, leia também:

Mais sobre este assunto:
    Carregando
    ...