Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar o câncer infantil

Para tratar o câncer infantil é geralmente, necessário fazer radioterapia e quimioterapia para eliminar as células cancerígenas ou fazer cirurgia para remover o tumor e, o tratamento pode ser feito no Hospital do Câncer mais próximo da localidade da criança de forma gratuita.

O câncer infantil espalha-se rapidamente, porém, as chances de cura também são elevadas, especialmente quando o tratamento é feito numa fase inicial da doença e, o tratamento é sempre orientado por uma equipe de médicos, como oncologista, pediatra, enfermeiros, nutricionistas e, farmacêuticos que, em conjunto, procuram apoiar a criança e a família.

Além disso, o tratamento deve incluir apoio psicológico à criança e aos pais para ajudar a enfrentar o sentimento de injustiça, as alterações no corpo da criança e, até mesmo o medo da morte e da perda. Leia mais em: Câncer infantil.

Tratamento do câncer infantil

O tratamento para câncer infantil pretende controlar ou travar o crescimento das células cancerígenas, impedindo que se espalhem pelo organismo e, inclui fazer:

  • Radioterapia: é utilizada radiação semelhante à utilizada no RX, porém com maior energia que é aplicada para matar as células carnegíeas;
  • Quimioterapia: são dados remédios muito fortes sob a forma de comprimidos ou injeções;
  • Cirurgia: é feita uma cirurgia para remover o tumor.

Estas técnicas podem ser feitas isoladamente ou, se necessário, em conjunto para ter maior sucesso e tratar o câncer.

Além disso, o tratamento para o câncer infantil, na maioria dos casos exige o internamento da criança no hospital por tempo variável, de acordo com o seu estado de saúde, no entanto, em alguns casos, a criança pode fazer os tratamentos durante o dia e voltar a casa no final.

Apoio à criança com câncer

O tratamento contra o câncer infantil deve incluir apoio psicológico à criança e à própria família, pois estes vivenciam constantemente sentimentos de tristeza, revolta e medo da morte, além de ter de enfrentar as alterações que ocorrem no corpo, como queda de cabelo e inchaço, por exemplo.

Desta forma, é importante:

  • Elogiar diariamente a criança, dizendo que ela é bonita;
  • Dar atenção à criança, ouvindo as suas queixas e brincando com ela;
  • Acompanhar a criança no hospital, estando ao lado dela durante a realização de procedimentos clínicos;
  • Deixar a criança ir à escola, sempre que possível;
  • Manter contato social com família e amigos.

Além disso, os pais devem frequentar grupos de apoio e de partilha de experiências para que não se sintam sozinhos e, consigam ganhar força e coragem. Saiba mais em: Como ajudar seu filho a enfrentar o câncer.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...