Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar a diarreia no bebê

O tratamento para diarreia no bebê, que corresponde a 3 ou mais evacuações de fezes moles ou líquidas, no prazo de 12 horas, envolve principalmente evitar a desidratação e a desnutrição do bebê.

Por isso, é necessário dar ao bebê leite materno ou mamadeira, de forma habitual e o soro para re-hidratação de farmácia ou caseiro em um volume igual ao peso do bebê em kg vezes 100, por cada 4 horas, dado às colheradas. Assim, se o bebê tem 4 kg deve beber 400 ml de soro a cada 4 horas.

Veja como fazer soro em casa:

Porém, não é recomendado a toma de remédios como as gotas antiespasmódicas contra as cólicas porque impedem o movimento ativo dos intestinos e dificultam a eliminação de vírus ou bactérias que possam estar causando a diarreia.

Alimentação do bebê com diarreia

Na alimentação do bebê com diarreia além de dar a mamadeira ou o leite materno, quando o bebê já come outros alimentos, também pode ser dado para o bebê:

  • Mingau de maizena ou arroz;
  • Purê de legumes cozidos como batata, cenoura, batata doce ou abóbora;
  • Maçã e pera assadas ou cozidas e banana;
  • Frango cozido;
  • Arroz cozido.

Porém, é normal o bebê ter falta de apetite, principalmente nos 2 primeiros dias.

Causas da diarreia no bebê

A principal causa de diarreia no bebê são as infecções intestinais causadas por vírus ou bactérias, também chamadas de gastroenterites, devido ao hábito de os bebês levarem à boca tudo o que estiver ao seu alcance, como brinquedos ou chupetas caídas no chão, por exemplo.

Além disso, outras causas de diarreia no bebê podem ser infestações por vermes, reação colateral de outra doença como gripe ou amigdalite, ingestão de alimentos estragados, intolerância alimentar ou uso de antibióticos, por exemplo.

Quando ir ao médico

É necessário ir ao médico quando a diarreia é acompanhada de vômitos, febre acima de 38,5 ºC ou se aparecer sangue ou pus nas fezes.

Além disso, também é necessário consultar o médico quando as crises de diarreia não desaparecem espontaneamente em aproximadamente 5 dias.

Veja também:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...