Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como saber se o bebê está com pneumonia viral

​Para saber se o bebê está com pneumonia viral os pais devem estar atentos se a gripe demora para passar ou se piora ao longo de 1 semana, levando o bebê ao pediatra caso isso aconteça.

Além disso, é importante ir ao pediatra quando a febre não desaparece ao fim de 2 dias, especialmente quando o bebê está tomando remédios para baixar a temperatura, como Paracetamol, pois mesmo que o pediatra tenha diagnosticado uma gripe, ela pode evoluir para pneumonia.

Geralmente, os sintomas de pneumonia viral em bebê começam com tosse constante, febre que não baixa, falta de apetite e mal-estar geral, evoluindo para problemas respiratórios como aumento do catarro, respiração rápida e superficial ou dificuldade para respirar.

Exames para confirmar pneumonia viral no bebê

Para ter certeza que o bebê está com pneumonia viral os pais devem consultar o pediatra para que ele faça auscultação dos pulmões do bebê, avaliando se o bebê respirando normalmente ou se está com uma infecção no pulmão.

Assim, caso o médico suspeite de pneumonia viral, ele pode pedir outros exames, como raio X do tórax ou exame de sangue, para confirmar a existência de infecção e qual o organismo que a está provocando, ajudando a adequar o tratamento.

Como cuidar do bebê com pneumonia viral

Para cuidar do bebê com pneumonia viral em casa, os pais devem evitar levar o bebê para passear na rua ou locais públicos, mantendo-o em casa durante cerca de 2 semanas.

Além disso, durante o tratamento é recomendado:

  • Fazer inalações com soro fisiológico 2 a 3 vezes por dia ou de acordo com as indicações do pediatra;
  • Incentivar o bebê a mamar ou comer, dando preferência para frutas, leite materno ou fórmula;
  • Dar água para o bebê;
  • Vestir o bebê de acordo com a temperatura, evitando mudanças bruscas de temperatura;
  • Não dar mais de 1 banho por dia no bebê, evitando correntes de ar;
  • Evitar utilizar remédios para a tosse, pois podem facilitar o acúmulo de secreções no pulmão.

Nos casos mais graves, em que o bebê não quer comer ou apresenta febre acima de 39ºC, o pediatra pode recomendar o internamento para receber oxigênio, fazer remédios na veia e receber soro.

Saiba mais sobre pneumonia viral em:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...