Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que causa e como se pega Legionella

A Legionella, ou doença do legionário, é um grave infecção respiratória causada pela bactéria Legionella pneumophila, que vive e se desenvolve em ambientes quentes e úmidos, como os filtros do ar condicionado não tratados ou em chuveiros que não são utilizados por muito tempo, por exemplo. Assim, esta bactéria precisa de água para ser contraída, não podendo ser transmitida de pessoa para pessoa.

Quando a bactéria infecta o organismo podem surgir sintomas como tosse seca constante, dor no peito, febre alta e dificuldade para respirar. Saiba quais os outros sinais e como identificar a infecção.

O que causa e como se pega Legionella

Como acontece a contaminação

A contaminação por Legionella acontece pode meio do contato com ambientes úmidos e quentes em que a higienização não é realizada corretamente. Assim, algumas situações que favorecem a entrada da bactéria pelo sistema respiratório são nadar em lagos, piscinas, fontes de água, spas e termas contaminadas, além de utilizar frequentemente ar condicionado em que o filtro não é limpado periodicamente.

Embora a infecção seja mais frequente após respirar pequenas gotas de água, ela também pode acontecer pela ingestão de água contaminada destas fontes.

Como não pegar Legionella

Não existe uma vacina contra esta infecção e, por isso, para se proteger é recomendado:

  • Não tomar banho ou duche com água muito quente, especialmente em locais públicos como academias ou hotéis;
  • Não usar saunas, banheiras de hidromassagem ou jacuzzis que não são limpos por muito tempo;
  • Tomar banho de banheira abrindo pouco a torneira para diminuir a pressão da água;
  • Limpar os filtros e as bandejas de ar-condicionado com água e cloro a cada 6 meses;
  • Mergulhar o chuveiro numa mistura de água com cloro para desinfetar.

Estes cuidados são especialmente indicados em caso de epidemia por Legionella, no entanto, é importante evitar todo o tipo de água parada e ter o hábito de limpar os chuveiros com cloro regularmente.

As pessoas com maior risco de ser infectadas pela bactéria incluem fumantes, pessoas com mais de 50 anos e pacientes com doenças crônicas do pulmão ou doenças que afetam o sistema imune, como diabetes, HIV ou insuficiência renal, por exemplo.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem