Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como lidar com a gravidez indesejada

Para lidar com a gravidez indesejada é importante buscar apoio no parceiro, na família e nos amigos, que podem ajudar a mulher a ver o lado positivo de ter um filho. No entanto, nos casos mais graves, pode ser necessário fazer um acompanhamento com psicólogo para aprender a lidar com a nossa fase da vida.

A gravidez indesejada normalmente acontece durante a adolescência, devido à inexperiência do casal, ou devido a casos de infidelidade durante o casamento. Além disso, a gestação também pode ser indesejada apenas para um dos parceiros, dificultando a relação do casal.

Também é importante lembrar que a gravidez indesejada é diferente da inesperada, pois neste último caso os pais não planejavam o filho, mas aceitam a sua chegada de forma positiva.

Como lidar com a gravidez indesejada

O que fazer

É importante encarar o problema de frente, tendo em mente o objetivo de resolvê-lo da melhor forma possível. O primeiro passo deve ser ter uma conversa franca com o companheiro para avaliar a situação e buscar soluções para a nova fase da vida que inicia, mas caso ele não esteja disponível, o ideal é conversar com um amigo de confiança.

Pode ajudar:

  • Ver fotos e vídeos de bebês e crianças pode ajudar a fazer com que você goste da ideia de ter um filho;
  • Acreditar na sua capacidade de cuidar da criança e poder contar com a ajuda de pessoas mais velhas e responsáveis pode ajudar;
  • Buscar aconselhamento com pessoas de boa índole pode ajudar a manter a calma e tomar a decisão mais certa;
  • Cuidar da sua saúde, comendo e descansando bem para garantir o bom desenvolvimento do bebê. Veja 10 dicas para dormir bem.
  • Ficar ansiosa não vai trazer a solução, por isso veja como vencer a ansiedade com estes remédios caseiros.

No caso de adolescentes, deve-se enfrentar o medo e contar aos pais explicando o que aconteceu e aceitando a nova responsabilidade que surgiu, pois na maior parte dos casos a família se torna o principal apoio da grávida.

Quando entregar para adoção

Caso durante a gravidez a mulher continue sem desejar o filho, existe a opção de deixar a criança para adoção logo após o nascimento. O processo deve ser feito através do Conselho Tutelar, que irá avaliar os motivos da mãe e identificar se ela não está passando apenas por um problema transitório.

Para isso, é preciso apenas que a criança tenha a Declaração de Nascido Vivo, sendo importante lembrar que os pais não podem se arrepender, nem interferir no futuro da criança após entregá-la para adoção.

No entanto, é importante lembrar que mães com depressão pós-parto comprovada não podem entregar seu filho para adoção, e que abandonar a criança na porta de pessoas conhecidas, na igreja ou em outros locais é considerado crime. Saiba quais são os sintomas da depressão pós-parto.

Quando interromper a gravidez

É comum muitos casais pensarem em praticar o abordo quando estão diante de uma gravidez indesejada, mas é importante lembrar que este procedimento é ilegal no Brasil.

Assim, o uso de medicamentos abortivos ou de clínicas clandestinas oferece um risco de vida para a mulher, pois é comum acontecerem complicações como hemorragias ou infecções uterinas. Saiba o que pode acontecer após um aborto provocado.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...