Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 dicas de alimentação para aliviar a azia na gravidez

A azia na na gravidez é um problema muito comum, que acontece devido ao efeito do hormônio progesterona, que causa relaxamento da musculatura do corpo para permitir o crescimento do útero, mas que acaba também relaxando a válvula muscular que fecha o estômago.

Como o estômago já não consegue ficar completamente fechado, seu conteúdo consegue voltar para o esôfago e a azia aparece. Confira alguns remédios caseiros para acabar com a azia mais rápido.

Assim, para aliviar a azia na gravidez existem 5 dicas simples mas essenciais que devem ser seguidas diariamente:

5 dicas de alimentação para aliviar a azia na gravidez

1. Faça pequenas refeições

Fazer pequenas refeições é importante para evitar que o estômago fique muito cheio, facilitando o retorno dos alimentos e do suco gástrico para o esôfago. Essa medida é ainda mais importante no final da gravidez, quando o tamanho do útero aumenta bastante e aperta todos os outros órgãos do abdômen, deixando pouco espaço para o estômago suportar grandes volumes nas refeições.

2. Não beba líquidos nas refeições

Beber líquidos durante as refeições deixa o estômago mais cheio e distendido, dificultando o fechamento do esfíncter esofágico, que é o músculo responsável por evitar o retorno do ácido gástrico para a garganta.

Assim, deve-se preferir ingerir líquidos 30 minutos antes ou após as refeições, para que não ocorra um grande acúmulo no estômago.

3. Evite cafeína e alimentos condimentados

A cafeína estimula a movimentação gástrica, favorecendo a liberação de suco gástrico e a movimentação do estômago, o que pode desencadear a sensação de queimação da azia, especialmente quando estômago está previamente vazio. Assim, deve-se evitar alimentos ricos em cafeína, como café, refrigerantes de cola, chá mate, chá verde e chá preto.

Já os alimentos muito condimentados, como pimenta, mostarda e temperos em cubos, podem causar irritação e inflamação no estômago, piorando os sintomas da azia.

5 dicas de alimentação para aliviar a azia na gravidez

4. Evite comer nas 2h antes de dormir

Evitar comer pelo menos 2h antes de dormir garante que a digestão da última refeição já tenha terminado quando chegar a hora de deitar. Essa medida é importante porque na posição deitada existe uma maior facilidade de o alimento retornar em direção ao esôfago, causando a azia.

Além disso, é importante sentar-se ereta após as refeições, para que a barriga crescida não pressione o estômago, forçando a comida em direção ao esôfago.

5. Consuma iogurte natural, vegetais e grãos integral

Consumir iogurte natural, pelo menos, uma vez por dia, assim como vegetais, frutas e grãos integrais nas refeições principais são medidas que facilitam a digestão e melhoram a flora intestinal. Com alimentos leves e de fácil digestão, o trânsito intestinal é mais rápido e as chances de se sentir azia são menores.

Exemplos de cardápio para azia na gravidez

Na tabela a seguir está um exemplo de cardápio de 3 dias que junta algumas das dicas indicadas anteriormente:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã1 copo de iogurte natural + 1 fatia de pão integral com ovo + 1 col de chá de chia200 ml de suco sem açúcar + 1 pão integral com 1 ovo mexido com queijo1 copo de leite + 1 crepioca de queijo
Lanche da manhã1 pera + 10 castanhas de caju2 fatias de mamão com chia1 banana amassada com aveia
Almoço/Jantararroz + feijão + 120g de carne magra +1 salada + 1 laranja,macarrão integral com atum e molho de tomate + salada1 posta de peixe cozido com legumes + 1 tangerina
Lanche da tarde1 copo de leite + 1 sanduíche integral de queijo e tomate1 iogurte natural + 2 col de sopa de granolavitamina de abacate

Caso a azia e sensação de queimação continuarem a aparecer mesmo com a adequação da alimentação e aumento do consumo de frutas, vegetais e grãos integrais, é recomendado ir ao médico para fazer uma avaliação e possivelmente utilizar a medicação adequada.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem