Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

4 formas de escolher bem qualquer tipo de carne vermelha

Para comprar uma carne tanto boa para o consumo como de boa qualidade, deve se verificar, ainda no mercado, se a carne segue alguns princípios ou normas fáceis de observar, mas que garantem que a carne pode ser comprada e é segura para ser consumida:

1. Verificar a Cor 

A carne deve estar vermelha e nunca cinza, esverdeada ou azulada. Esses são sinais de que a carne está ficando estragada;

2. Observar a Temperatura

A carne deve estar armazenada numa geladeira com temperatura controlada entre 0 a 3 graus, para garantir que a carne não estraga, mesmo estando dentro do prazo de validade indicado na embalagem. Essa temperatura deve estar visível, no termômetro do expositor do mercado.

3. Avaliar a Textura 

Ao pressionar com o dedo, a carne deve voltar ao estado inicial rapidamente, sumindo a marca do dedo. Texturas viscosas também não são desejáveis e indicam uma carne ruim para o consumo;

4. Sentir o Cheiro

A carne não deve ter cheiro intenso. Qualquer aroma desagradável pode indicar que a carne já está estragando e não se deve ser consumida.

No caso da carne moída, para garantir que não está misturada com outros ingredientes como ossos, gorduras e até papelão, o mais indicado é observar a carne sendo moída no momento da compra. Já produtos industrializados como salsicha, hambúrguer ou embutidos, onde são utilizados ingredientes de mais baixa qualidade, o importante é garantir que sejam consumidos dentro do prazo de validade, observando os mesmos princípios para escolher a carne.

4 formas de escolher bem qualquer tipo de carne vermelha

Como conservar a carne em casa

Em casa a carne deve ser mantida na geladeira, na prateleira superior por no máximo 2 ou 3 dias e no congelador por um prazo médio que ronda os 4 meses. Escorrer a água da embalagem antes de guardar ajuda a garantir que a carne continua boa para o consumo e saborosa.

Outra dica importante é que a carne, tanto refrigerada como processada, deve ser comprada por último no super mercado e deve ser a primeira a ser guardada na geladeira ou voltar para o congelador para garantir que não há variação de temperatura que possa acelerar o processo de putrefação.

Como preparar a carne mantendo seu valor nutricional

Antes de preparar a carne congelada o melhor método é  descongelar na geladeira, durante a noite, por exemplo. Mas no caso dos alimentos industrializados e processados como salsicha, hambúrguer, embutidos em geral e até carnes já moídas, além se de verificar sempre a data e o prazo de validade, que está no fundo ou na tampa da embalagem, é indispensável ler os ingredientes dos rótulos desses alimentos.

No caso do frango, os sinais que devem ser observados são os mesmos daqueles usados para a carne, observando uma carne rosada e íntegra que não cede à pressão do dedo e também não é viscosa nem possui aroma desagradável, por pode ser mantida ne geladeira por 3 a 4 dias, um dia a mais do que a carne vermelha em média.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...