Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 passos para controlar a diabetes na Menopausa

Fazer algum exercício regularmente, evitar o açúcar e investir nas fibras e também na soja são boas estratégias para controlar a diabetes na menopausa.

Além de controlar a diabetes, esses cuidados também devem ser tomados para prevenir o aparecimento dessa doença, pois mulheres na menopausa têm maior risco de ter diabetes, especialmente as que estão acima do peso ideal.

Os 5 passos para que a mulher mantenha a glicemia sob controle e encontre o bem-estar durante esta fase da vida são:

1. Alcançar e manter o peso ideal

Controlar o peso é essencial porque o excesso de gordura piora a diabetes e também aumenta as chances de mulheres saudáveis virem a desenvolver essa doença após a menopausa. Assim, deve-se fazer atividade física regular e ter cuidados com a alimentação, para controlar a glicemia e prevenir o aumento de peso.

2. Fazer atividade física

Deve-se fazer atividade física regularmente pelo menos 3 vezes por semana, através de exercícios que aumentam o metabolismo e queimam calorias, como caminhada, corrida, natação e hidroginástica. O exercício físico é importante porque ajuda a baixar a glicemia e a reduzir o peso, duas medidas essenciais para controlar melhor a diabetes.

O que fazer e o que não fazer na menopausaO que fazer e o que não fazer na menopausa

3. Evitar doces e gorduras

Deve-se evitar o uso de açúcar, manteiga, margarina, óleos, bacon, salsicha, linguiça e comida pronta congelada, como pizza, lasanha, hambúrguer e nuggets.

Durante a menopausa é ainda mais importante evitar doces e gorduras, pois com a mudança de hormônios e o avanço da idade, a mulher tem maior dificuldade para controlar a glicemia e maior chance de ter doenças cardiovasculares.

4. Aumentar o consumo de fibras

Para aumentar o consumo de fibras, deve-se preferir alimentos integrais como arroz, macarrão e farinha de trigo, aumentar o consumo de sementes, como linhaça, chia e gergelim, comer frutas com casca e preferir legumes crus.

É importante aumentar o consumo de fibras porque elas vão diminuir a absorção de açúcares de gorduras no intestino e acelerar o trânsito intestinal.

5. Comer mais soja

É importante aumentar o consumo de soja porque esse grão é rico em isoflavonas, que funcionam como uma reposição natural dos hormônios que diminuem durante a menopausa.

Assim, a soja ajuda a diminuir os sintomas da menopausa, como ondas de calor, insônia e nervosismo, e melhora o controle e a prevenção da diabetes, da osteoporose, do câncer de mama e de doenças cardiovasculares. Além do alimento natural, a lecitina de soja também pode ser encontrado em cápsulas, e pode ser usada na menopausa.

Entenda as alterações no corpo que acontecem na menopausa e os tratamentos indicados para passar melhor por esta fase da vida.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...