Clearance de creatinina: o que é, quando é indicado e valores de referência

Revisão clínica: Marcela Lemos
Biomédica
março 2022
  1. Quando é indicado
  2. Como é feito
  3. Valores de referência
  4. Cálculo clearance de creatinina

O exame de clearance de creatinina é feito para avaliar a função dos rins, o que é feito a partir da comparação da concentração de creatinina no sangue e eliminada na urina durante 24 horas. Dessa forma, o resultado do exame indica a quantidade de creatinina que foi tirada do sangue e eliminada na urina, e como esse processo é realizado pelos rins, alterações nos resultados podem ser indicativos de lesões renais.

Geralmente o exame de clearance de creatinina é solicitado quando é notada alteração na concentração de creatinina no sangue e/ ou aumento da quantidade de proteína na urina, sendo útil para auxiliar no diagnóstico de doenças renais e cardíacas. Além disso, o clearance de creatinina também pode ser solicitado para monitorar a evolução de algumas doenças, como a Insuficiência Cardíaca Congestiva e a Insuficiência Renal Crônica, por exemplo. Conheça mais sobre a creatinina.

Quando é indicado

O clearance de creatinina é indicado pelo médico quando é verificada alteração nos níveis de creatinina no sangue e/ ou aumento da quantidade de proteína na urina, o que pode ser indicativo de problema nos rins. Dessa forma, o exame pode ser recomendado quando são identificados sinais e sintomas que também são indicativos de problema nos rins, como:

  • Inchaço no rosto, punhos, coxas ou tornozelos;
  • Urina com sangue ou espuma;
  • Diminuição acentuada da quantidade de urina;
  • Dor constante na região dos rins.

Esse exame pode ser indicado em exames de rotina ou para acompanhar a evolução da alteração renal e a resposta ao tratamento, sendo normalmente realizado juntamente com a dosagem de creatinina no sangue, exame de urina e avaliação da quantidade de proteína na urina.

Como fazer o exame

Para fazer o exame do clearance de creatinina não é necessário realizar qualquer preparo, sendo apenas necessário seguir as orientações do médico e/ ou do laboratório sobre a coleta, que deve ser feita durante 24 horas. É indicado desprezar o primeiro jato de urina do dia, já que é mais concentrado, e realizar a coleta de toda a urina produzida durante o dia. A última urina a ser coletada deve acontecer no mesmo horário da coleta da primeira urina. Veja mais detalhes de como é feita a coleta do exame de urina.

Juntamente com a coleta da urina, é recomendado também realizar a dosagem de creatinina no sangue, uma vez que o cálculo do clearance de creatinina pode levar em consideração a concentração dessa proteína no sangue.

Cálculo clearance de creatinina

O cálculo do clearance de creatinina pode ser feito usando diferentes fórmulas, sendo a mais comum a de Cockcroft & Gault, que leva em consideração a idade, gênero, peso e concentração de creatinina no sangue, sendo realizada da seguinte fórmula:

  • Clearance de creatinina (mL/min) = [(140 - idade em anos) x peso (em kg)] / 72 x creatinina plasmática (mg/ dL). Caso o cálculo seja feito para uma pessoa do gênero feminino, deve-se multiplicar o resultado por 0,85.

Apesar de ser a mais usada, essa fórmula apresenta algumas limitações, principalmente relacionado com o fato de que nem todas os dados necessários para o cálculo são coletados pelo laboratório. Assim, outros métodos para o cálculo do clearance da creatinina podem ser utilizados pelo laboratório.

Valores de referência

Os valores normais de clearance de creatinina são:

  • Crianças: 70 a 130 mL/min/1,73 m²
  • Mulheres: 85 a 125 mL/min/1,73 m²
  • Homens: 75 a 115 mL/min/1,73 m²

Quando os valores de clearance estão baixos podem indicar problemas renais, como insuficiência renal, cardíacos, como a insuficiência cardíaca, ou até mesmo ser consequência pobre em carnes, como a dieta vegetariana, por exemplo. Já valores elevados do clearance de creatinina acontecem, geralmente, em grávidas, após a prática de atividade física ou mesmo depois de ingerir grandes quantidades de carne.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em março de 2022.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Fórmulas. Disponível em: <https://www.sbn.org.br/profissional/utilidades/calculadoras-nefrologicas/formulas/#cockcroft_e_gault>. Acesso em 03 mar 2022
  • CUNHA, Marianna M.B.; MORETTI, Leonardo A.; CAINELLI, Letícia S. et al. Clearance de creatinina: um estudo comparativo de cinco equações para estimar a taxa de filtração glomerular em pacientes ambulatoriais em um serviço público de saúde. Research, Society and Development. Vol 10. 9 ed; 2021
Mostrar bibliografia completa
  • UPTODATE. Calculation of the creatinine clearance. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/calculation-of-the-creatinine-clearance?search=clearance%20de%20creatinina&source=search_result&selectedTitle=1~150&usage_type=default&display_rank=1#H16405127>. Acesso em 03 mar 2022
  • MCANINCH, Jack W.; LUE, Tom F. Urologia Geral de Smith e Tanagho. 18 ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. 56-58.
  • GUYTON Arthur, HALL John. Tratado de fisiologia médica. 13º. Brasil: Elsevier, 2017. 353; 366-367.
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Biomarcadores na Nefrologia. Disponível em: <https://arquivos.sbn.org.br/pdf/biomarcadores.pdf>. Acesso em 28 nov 2019
  • SZWARCWALD, Célia L. et al. Valores de referência para exames laboratoriais de colesterol, hemoglobina glicosilada e creatinina da população adulta brasileira. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol 22. 2 ed; 2019
  • MALTA, Deborah C. et al. Avaliação da função renal na população adulta brasileira, segundo critérios laboratoriais da Pesquisa Nacional de Saúde. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol 22. 2 ed; 2019
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.