Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Clearance de creatinina: o que é, valores e calculadora

Revisão clínica: Dr. Bruno Zawadzki
Nefrologista
  1. Calculadora
  2. Valores
  3. Para que serve
  4. Quando é indicado
  5. Como é feito

A fórmula do clearance de creatinina é utilizada para avaliar a função dos rins inferindo a taxa de filtração glomerular, e pode ser calculado através da creatinina dosada no sangue ou da urina coletada por 24h, que compara a concentração de creatinina no sangue com a quantidade que é eliminada na urina. O resultado do exame indica a quantidade de creatinina que foi tirada do sangue e eliminada na urina, e como esse processo é realizado pelos rins. Alterações nos resultados podem ser indicativos de lesões renais.

Geralmente o exame de clearance de creatinina na urina de 24h é solicitado quando é notada alteração na concentração de creatinina no sangue e/ou aumento da quantidade de proteína na urina, sendo útil para auxiliar no diagnóstico de doenças renais. Pela dificuldade de coleta adequada deste exame, cada vez menos ele é utilizado. O clearance de creatinina do sangue é realizado através de fórmulas utilizando a creatinina e idade do paciente.

O clearance de creatinina é solicitado para monitorar a evolução da doença renal crônica. Conheça mais sobre a creatinina.

Imagem ilustrativa número 1

Calculadora do clearance de creatinina

Para saber o seu clearance de creatinina, coloque o resultado de creatinina na calculadora a seguir:

mg/dL
Erro
anos
Erro
Erro
Erro
* De acordo com a fórmula CKD-EPI , e para obter o resultado com menor margem de erro possível, o valor obtido por indivíduos de raça negra deve ser ajustado em 1.159

Atualmente a fórmula mais recomendada para ser utilizada para calcular o clearance de creatinina é a CKD-EPI, que considera o valor de creatinina do sangue do paciente, idade e o sexo. Outra fórmula para verificar o clearance de creatinina é a Fórmula de Cockcroft & Gault, em que Clearance de creatinina = [(140 - idade em anos) x peso (em kg)] / 72 x creatinina plasmática (mg/ dL). Caso o cálculo seja feito para uma pessoa do gênero feminino, deve-se multiplicar o resultado por 0,85.

As fórmulas para o cálculo do clearance de creatinina podem variar de acordo com o laboratório, havendo indicação no resultado do exame o valor de referência e o método utilizado, sendo atualmente preconizado o uso da fórmula CPK-EPI.

Valores de referência

Os valores de referência do clearance de creatinina podem variar de acordo com a fórmula utilizada no laboratório para fazer o cálculo, podendo ser:

  • Superior a 90 mL/min/1,73 m², no caso do clearance de creatinina ter sido calculado pela fórmula de CKD-EPI;
  • 70 a 130 mL/min/1,73 m², no caso de crianças e cálculo pela fórmula de Cockcroft & Gault;
  • 85 a 125 mL/min/1,73 m², no caso de mulheres e cálculo pela fórmula de Cockcroft & Gault;
  • 75 a 115 mL/min/1,73 m², no caso de homens e cálculo pela fórmula de Cockcroft & Gault.

Por isso, é importante ter atenção ao resultado do exame para saber a fórmula utilizada pelo laboratório e também para entender melhor o resultado.

Para que serve

O exame de clearance de creatinina serve para avaliar o funcionamento dos rins. Além disso, o clearance de creatinina pode ainda servir para avaliar a evolução de alguma alteração renal e a resposta ao tratamento indicado pelo médico.

Quando é indicado

O clearance de creatinina deve ser calculado sempre que o médico receber o resultado da creatinina do laboratório, sendo imprescindível quando são notados alguns sinais e sintomas, como:

  • Inchaço no corpo;
  • Urina com sangue ou espuma;
  • Diminuição da quantidade de urina produzida durante o dia;
  • Dor constante no fundo das costas.

Esse exame pode ser realizado como rotina ou após ter sido identificada alteração nos níveis de creatinina no sangue ou aumento da quantidade de proteínas na urina.

Como fazer o exame

Para fazer o exame do clearance de creatinina da urina de 24h não é necessário realizar qualquer preparo, sendo apenas necessário seguir as orientações do médico e/ ou do laboratório sobre a coleta da urina. É indicado desprezar o primeiro jato de urina do dia, já que é mais concentrado, e realizar a coleta conforme a orientação.

No caso da urina de 24 horas, é indicado que toda a urina produzida durante o dia seja coletada, devendo a última urina ser coletada no mesmo horário da coleta da primeira urina. Veja mais detalhes de como é feita a coleta do exame de urina.

Juntamente com a coleta da urina, é necessário realizar a dosagem de creatinina no sangue, uma vez que o cálculo do clearance de creatinina pode levar em consideração a concentração dessa proteína no sangue.

Clearance de creatinina baixo

O clearance de creatinina baixo é normalmente indicativo de problemas renais, como doença renal crônica.

Por isso, é importante que o médico avalie o resultado do clearance de creatinina juntamente com o resultado de outros exames e levando em consideração a idade da pessoa, histórico de saúde e hábitos de vida.

Clearance de creatinina alto

Os valores elevados do clearance de creatinina podem de ser notado em mulheres grávidas, após a prática de atividade física ou na lesão renal inicial do diabetes, que causa hiperfiltração glomerular, por exemplo. Nesses casos, é importante que o médico avalie o resultando levando em consideração o resultado de outros exames que possam ter sido solicitados.

Atualmente uma outra molécula chamada cistatina C pode ser dosada no sangue e utilizada para calcular o clearance renal, neste caso clearance da cistatina C. Esta molécula sofre menos interferências de outros fatores externos que alteram o valor da creatinina, como dieta, peso do paciente e uso de medicamentos. Mais recentemente uma calculadora que incorpora a creatinina e a Cistatina C foi lançada, denomina-se CKD-EPI creatinina-cistatina C sendo mais precisa que as anteriores.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Dr. Bruno Zawadzki - Nefrologista, em janeiro de 2023.

Bibliografia

  • LABORATÓRIO PRÓ-EXAME. Estimativa da Taxa de Filtração Glomerular. 2017. Disponível em: <http://www.proexame.com.br/painel/informativos/images/NTc=/Lab%20com%20-%20Taxa%20de%20filtra%C3%A7%C3%A3o%20glomerular_julho_2017.pdf>. Acesso em 26 jul 2022
  • LEVEY, Andrew S.; STEVENS, Lesley A.; SCHMID, Christopher H. et al. A New Equation to Estimate Glomerular Filtration Rate. Ann Intern Med. Vol 150. 9 ed; 604-612, 2009
Mostrar bibliografia completa
  • COCKCROFT, D W; GAULT, M H. Prediction of creatinine clearance from serum creatinine. Nephron. Col 16. 1 ed; 31-41, 1976
  • REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Taxa de filtração glomerular estimada em adultos: características e limitações das equações utilizadas. Disponível em: <http://www.rbac.org.br/artigos/taxa-de-filtracao-glomerular-estimada-em-adultos/>. Acesso em 26 jul 2022
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Fórmulas. Disponível em: <https://www.sbn.org.br/profissional/utilidades/calculadoras-nefrologicas/formulas/#cockcroft_e_gault>. Acesso em 03 mar 2022
  • CUNHA, Marianna M.B.; MORETTI, Leonardo A.; CAINELLI, Letícia S. et al. Clearance de creatinina: um estudo comparativo de cinco equações para estimar a taxa de filtração glomerular em pacientes ambulatoriais em um serviço público de saúde. Research, Society and Development. Vol 10. 9 ed; 2021
  • UPTODATE. Calculation of the creatinine clearance. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/calculation-of-the-creatinine-clearance?search=clearance%20de%20creatinina&source=search_result&selectedTitle=1~150&usage_type=default&display_rank=1#H16405127>. Acesso em 03 mar 2022
  • MCANINCH, Jack W.; LUE, Tom F. Urologia Geral de Smith e Tanagho. 18 ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. 56-58.
  • GUYTON Arthur, HALL John. Tratado de fisiologia médica. 13º. Brasil: Elsevier, 2017. 353; 366-367.
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Biomarcadores na Nefrologia. Disponível em: <https://arquivos.sbn.org.br/pdf/biomarcadores.pdf>. Acesso em 28 nov 2019
  • SZWARCWALD, Célia L. et al. Valores de referência para exames laboratoriais de colesterol, hemoglobina glicosilada e creatinina da população adulta brasileira. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol 22. 2 ed; 2019
  • MALTA, Deborah C. et al. Avaliação da função renal na população adulta brasileira, segundo critérios laboratoriais da Pesquisa Nacional de Saúde. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol 22. 2 ed; 2019
  • Referente a: "Calculadora de creatinina":

  • LEVEY, Andrew S. et al. A New Equation to Estimate Glomerular Filtration Rate. Ann Intern Med. Vol 150. 9 ed; 604-612, 2009
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEFROLOGIA. Calculadoras Nefrológicas. Disponível em: <https://www.sbn.org.br/profissional/utilidades/calculadoras-nefrologicas/>. Acesso em 08 ago 2022
Revisão clínica:
Dr. Bruno Zawadzki
Nefrologista
Médico formado pela Universidade Estácio de Sá, com CRM-RJ 52-83514-5. Especialista em Nefrologia pela UFRJ e membro associado da SBN e da ERA-EDTA.