Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar o bebê com Citomegalovírus

Se o bebê for contaminado pelo citomegalovírus na gravidez, ele pode nascer com sintomas como a surdez ou retardo mental. Neste caso, o tratamento para o citomegalovírus no bebê pode ser feito com medicamentos antivirais e o principal objetivo é evitar a surdez.

A infecção pelo citomegalovírus é mais comum durante a gravidez mas também pode acontecer durante o parto ou após o nascimento se pessoas muito próximas estiverem contaminadas.

Sintomas de infecção pelo Citomegalovírus

O bebê que foi contaminado com o citomegalovírus na gravidez pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Diminuição do crescimento e desenvolvimento intrauterino;
  • Pequenas manchinhas vermelhas na pele;
  • Aumento do baço e do fígado;
  • Pele e olhos amarelados;
  • Pouco crescimento do cérebro (microcefalia);
  • Calcificações no cérebro;
  • Baixa quantidade de plaquetas no sangue;
  • Surdez.

A presença do citomegalovírus no bebê pode ser descoberta através da sua presença na saliva ou na urina nas primeiras 3 semanas de vida. Se o vírus for encontrado a partir da 4ª semana de vida isso indica que a contaminação aconteceu depois do nascimento. 

Como tratar o bebê com Citomegalovírus

Exames necessários

O bebê que encontra-se com citomegalovírus deve ser acompanhado pelo pediatra e precisa realizar exames regularmente para que qualquer alteração seja logo tratada. Alguns exames importantes são o teste da audição que deve ser realizado ao nascer e com 3, 6, 12, 18, 24, 30 e 36 meses de vida. A seguir a audição deve ser avaliada de 6 em 6 meses até os 6 anos de idade. 

A tomografia computadorizada deve ser realiza ao nascer e se houver alguma alteração o pediatra pode solicitar outras, conforme a necessidade de avaliação. A ressonância e o raio X não são necessários.

Como tratar a citomegalovirose congênita

O tratamento do bebê que nasce com citomegalovírus pode ser feito com o uso de medicamentos antivirais como o Ganciclovir ou Valganciclovir e deve começar logo após o nascimento. 

Estes medicamentos só devem ser usados em bebês onde a infecção é confirmada ou apresentam sintomas envolvendo o Sistema Nervoso Central como calcificações intracranianas, microcefalia, alteração no líquido cefalorraquidiano, surdez ou coriorretinite.

O tempo de tratamento com estes medicamentos é de aproximadamente 6 semanas e como eles podem alterar várias funções no organismo é preciso realizar exames como hemograma e urina quase que diariamente e o exame do líquor no primeiro e no último dia de tratamento.

Estes exames são necessários para avaliar se é preciso diminuir a dose ou até mesmo cessar o uso dos medicamentos.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...