Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Celular pode causar câncer?

O risco de desenvolver câncer devido ao uso de celular ou qualquer outro aparelho eletrônico, como rádios ou microondas, é muito baixo porque estes aparelhos utilizam um tipo de radiação com energia muito fraca, conhecida como radiação não-ionisante.

Ao contrário da energia ionisante, usada em máquinhas de raio X ou tomografia computadorizada, a energia liberada pelos celulares não é comprovadamente suficiente para provocar alterações nas células corporais e levar ao surgimento de tumores cerebrais ou câncer em qualquer parte do corpo.

No entanto, alguns estudos relataram que o uso de celular pode favorecer o desenvolvimento de câncer em pessoas que têm outros fatores de risco, como histórias de câncer na famíla ou uso de cigarro, e, por isso, não se pode eliminar completamente a hipótese de que o uso excessivo do celular possa causar câncer, mesmo que em um grau muito reduzido.

Celular pode causar câncer?

Como diminuir a exposição à radiação do celular

Embora os celulares não sejam reconhecidos como causa provável de câncer, é possível reduzir a exposição a este tipo de radiação. Para isso, é recomendado diminuir o uso dos aparelhos celulares diretamente no ouvido, dando preferência para o uso de fones de ouvido ou do sistema de viva voz do próprio celular, além de, sempre que possível, evitar manter o aparelho muito próximo do corpo, como nos bolsos ou bolsas.

Durante o sono, para evitar o contato constante com a radiação do telemóvel também é sugerido deixá-lo a, pelo menos, uma distância de meio metro da cama.

Entenda porque o microondas não afeta a saúde.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...