Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode provocar câncer de pulmão

O principal responsável pelo desenvolvimento de câncer no pulmão é o uso de cigarro, pois cerca de 90% de todos os casos deste tipo de câncer acontece em fumantes, sendo que o risco aumenta de acordo com o número de cigarros fumados por dia e o número de anos que se é fumante.

No entanto, o câncer de pulmão também pode acontecer em quem nunca fumou, especialmente em quem está em contato frequente com a fumaça do cigarro, embora esse risco seja muito inferior ao de quem fuma.

Após o cigarro e a fumaça, as principais causas e fatores de risco que podem provocar esta doença incluem:

  • Viver em regiões com muita poluição ambiental;
  • Ter historial de doenças graves no pulmão, como tuberculose;
  • Estar exposto ao gás radônio e outros químicos periogosos como abestos e sílica;
  • Sistema imune enfraquecido devido a doenças como HIV ou Lúpus.

Além disso, ter feito tratamento para outros tipos de câncer também pode aumentar o risco, especialmente nos casos de câncer de mama, linfoma Hodgkin e câncer nos testículos tratados com radioterapia.

Pessoas com estes fatores de risco deve fazer, pelo menos, 1 consulta por ano no médico pneumologista para avaliar a saúde dos pulmões, através de exames como uscultação e raio-x do tórax. No entanto, caso surja algum sintoma de câncer de pulmão, é recomendado consultar rapidamente o pneumologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adquado.

O que pode provocar câncer de pulmão

Porque o cigarro pode causar câncer

Quando se fuma um cigarro o pulmão fica preenchido por substâncias cancerígenas, como alcatrão e benzeno, que provocam lesões nas células que revestem o interior do órgão. Quando estas lesões acontecem de vez em quando, o pulmão pode ser capaz de se reparar, mas quando acontecem constantemente, como no caso dos fumantes, as células não conseguem se reparar rapidamente e, por isso, surgem alterações permanentes.

Ao longo do tempo, as alterações levam as células a funcionarem de forma errada e a se multiplicarem erradamente, podendo causar tumores malignos.

Existe algum tipo de cigarro mais perigoso?

Todos os tipos de cigarro aumentam as chances de ter câncer, não só de pulmão, mas também de boca e garaganta. Isto acontece tanto com o tabaco de inalar, como cigarro "light", cachimbo, charuto ou cigarro de palha, assim como com o tabaco de mascar, por exemplo.

Como se proteger contra o câncer de pulmão

A melhor forma de se proteger contra o câncer no pulmão é evitar todas as substâncias cancerígenas e, por isso, a principal recomendação consiste em evitar fumar cigarros ou respirar sua fumaça.

Porém, fazer exercício físico 2 a 3 vezes por semana e ter uma alimentação saudável e variada, evitando frituras e alimentos muito ricos em açúcar, também ajuda a diminuir as chances de ter qualquer tipo de câncer. Veja mais dicas da nossa nutricionista sobre o que comer para evitar o câncer.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...