Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Causas da Rinite Alérgica

As causas da Rinite Alérgica podem variar de acordo com o local onde a pessoa vive. Normalmente, determinados alérgenos são responsáveis por aumentar a irritação da mucosa nasal, dentre os quais pode-se destacar:

  • Ácaros da poeira doméstica: no Brasil, os ácaros são o principal causador de Rinite Alérgica pois o clima quente e úmido favorece a sua multiplicação, especialmente nos quartos de dormir, onde as pessoas passam muitas horas. Os ácaros alimentam-se de todo tipo de matéria orgânica, como papel, lã, pelos de animais, fungos e pele  descamada. Deve-se, portanto, realizar a limpeza do quarto de uma forma mais eficaz e pormenorizada, através de desumidificadores, esterelizadores e aspiradores mais potentes;
  • Pólen das plantas: normalmente as pessoas queixam-se mais no início da primavera, piorando pela manhã e em  dias com muito vento. Alguns dizem que melhoram dos sintomas quando chove;
  • Fungos: é também conhecido como “bolor”, existe no ar e desenvolve mais no Outono. Os alérgicos aos fungos,  referem mais queixas à noite, em ambientes úmidos, sentindo-se melhores em ambientes secos;
  • Determinados alimentos: existem diversos alimentos que podem causar uma piora das alergias de uma forma geral, incluindo a Rinite Alérgica. Os mais comuns são ovo, chocolates, peixes, trigo, glúten, corantes artificiais, leite de vaca, amendoim, dentre outros.
  • Pêlos e penas de animais domésticos;
  • Poluentes ambientais;
  • Cheiros fortes como perfumes, desinfetantes e cloro de piscina;
  • Fumaça de cigarro;
  • Ar-condicionado.

Consequências da Rinite Alérgica

As consequências da Rinite Alérgica são diversas. É muito comum as pessoas se acostumarem com os sintomas e só procurarem um médico quando ocorrem problemas mais graves. No entanto, é importante incentivar o tratamento o quanto antes, pois estudos recentes já comprovaram que portadores de Rinite Alérgica, mesmo moderadas, podem ter efeitos deletérios sobre a função cognitiva, atenção e psicomotricidade.

O uso constante de antialérgicos que causam sono, também podem diminuir o nível dos reflexos, resultando em acidentes de trabalho e de trânsito.

Tratamento para Rinite Alérgica

O melhor tratamento para Rinite Alérgica é a prevenção. Deve-se fazer um controle ambiental da casa e do trabalho do indivíduo, eliminando tudo o que possa causar alergia e limpando o local o máximo possível.

Deve-se também praticar atividades físicas para melhorar o condicionamento físico geral, utilizar medicamentos como anti-histamínicos orais e corticoides inalados para prevenir e tratar as crises, toma de vacinas e, em alguns casos mais graves, cirurgia nasal. Uma medida prática e eficiente são as lavagens nasais frequentes com solução salina.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...