Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Causas da Anencefalia

Existem diversas causas para a anencefalia, porém a mais comum é a falta de ácido fólico antes e durante os primeiros meses de gravidez, embora os fatores genéticos e ambientais também possam ser os causadores desta importante alteração do sistema nervoso central.

Algumas causas menos comuns da anencefalia são:

  • uso de medicamentos inadequados durante o primeiro mês de gestação;
  • infecções;
  • radiação;
  • intoxicação por substâncias químicas, como o chumbo, por exemplo;
  • uso de drogas ilícitas;
  • alterações genéticas.

Pesquisas comprovam que mulheres brancas e que são portadoras da diabetes tipo 1 possuem 7 vezes mais chances de gerar um feto com anencefalia.

O que é anencefalia

A anencefalia é a falta do cérebro ou de parte dele no bebê. Esta é uma importante alteração genética, que ocorre no primeiro mês de gestação, havendo falha no fechamento do tubo neural que dá origem a estruturas importantes do sistema nervoso central, como o cérebro, meninges e a calota craniana. Como consequência disto o feto não os desenvolve.

O bebê portador de anencefalia morre logo após seu nascimento ou algumas horas depois, e caso os pais queiram, eles poderão optar pelo aborto, se tiverem uma autorização do supremo tribunal de justiça, pois o aborto em caso de anencefalia ainda não é permitido no Brasil.

O uso do ácido fólico na gravidez é de suma importância para evitar a anencefalia. Como esta alteração ocorre no primeiro mês de gestação, quando a maior parte das mulheres ainda não sabem que estão grávidas, deve-se iniciar esta suplementação a partir do momento em que a mulher deixa de utilizar métodos contraceptivos, no mínimo 3 meses antes de engravidar.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...